Fics

Love is not a feeling... It's strength.
Sábado, 6 de Novembro de 2010

Psychiatrist Me #1

 

Um canto estremeceu, deixou-se tremer

Dobrou-se,

Retorceu-se,

deixou-se morrer.

 

Um buraco na pele,

um calor insoldável,

uma esperança de fel,

uma vida de graça.

 

Sorriu,

tão honroso,

tão afogado.

 

Num mundo,

de um sonho sonhado,

de um sonho acordado e

 

De uma vida

.

 

 

 

Escrevi isto sem sentido, sem tempo. Ganhou depois esse sentido e esse tempo depois.

Coloquei-o aqui porque de facto, não há nada com sentido na minha cabeça neste momento. Não consigo escrever factos ou ficção, só palavras soltas. Não sei por quanto tempo vai durar este "Psychiatrist Me", mas agradeço o vosso apoio desde já, e prometo que a fic irá ser continuada quando tiver inspiração para isso.

 

Até lá, este é o primeiro Psychiatrist Me.

 

Beijinhos,

Mariana



abdominais:
De Caroll a 7 de Novembro de 2010 às 13:17
Vou ficar à espera de mais, minha Mariana.
Preciso de falar contigo. Não é nada urgente nem precisas de ficar preocupada, apenas... estou feliz (:


Comentar post

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo