Fics

Love is not a feeling... It's strength.
Segunda-feira, 29 de Março de 2010

39º Capítulo - Espera por Mim - Penúltimo

Hey,

Oh, vocês são tão queridas *.* e eu a pensar que já ninguém lia isto.

Já acabei a fic :)

Posto o último amanhã oui?

Vocês fazem chantagem emocional comigo para a Charlotte não morrer!!! Grr, não é justo!

Vá,

Beijinhos ;)

Marii K.

 

Capítulo 39

“Muso”

 

 

O tempo não devia ter pernas nem asas. Não devia andar nem voar.

 

O dia estava frio, e era de esperar. A neve caía em farrapos, e de algum modo, eu sentia calor.

Ao meu lado esforçavas-te para não tremer, para não dar sinais da tua fraqueza. Pensas mesmo que não entendi? Sorri e tirei o cachecol do meu pescoço enrolando-o no teu.

- Estamos quase a entrar - disse.

Abracei-te com força e beijei-te a testa, depois o nariz e finalmente os lábios. O sabor tropical voltara, não eram remédios nem aquele sabor de hospital. Eras tu, de novo. Só nós sabíamos e desejávamos tanto que fosse assim que daríamos a vida por isso. Daríamos a vida por um passado, por uma nova oportunidade de esmagar a tua doença. De mandá-la para longe, como se fosse ela a entrar naquele avião, onde agora pousávamos os pés.

Entrámos de mão dada e eu desejava que assim eu tivesse voltado.

Quando apertámos os cintos, de alguma forma eu senti a falta de algo.

- Já andaste de avião?

- Disneyland – sorriste – O Matt vomitou de tanta excitação.

Olhavas para baixo, nostálgica e por momentos tive medo de te estar a fazer perder algo.

- Podemos ir para casa Charlotte… Tu podes não querer isto, esta surpresa, podes querer estar com eles, com a tua família.

Encostaste a cabeça no meu ombro e apertaste mais a minha mão.

- Quero estar contigo Bill, é isso que eu quero.

 

 

Lá a neve tinha desaparecido. Era o céu cinzento que mergulhava pelos prédios de poucos andares e finalizava na transparência dos canais venezianos.

Puxavas-me para todas as pontes, nunca parando em nenhuma, mas por fim encostaste a cabeça no meu peito e era como se tivesse o coração cheio. Não estava repleto de preocupação ou medo, era apenas o que eu sentia por ti. Era só orgulho e amor e paixão, que me deixava acreditar que o tempo podia parar ali, naquele momento, naquela ponte.

- Não acredito que fizeste isto…

Sorri e beijei a tua cabeça.

- Vai ser a nossa cidade, Veneza. E vamos vir cá todos os anos – prometi.

- Todos os anos?! Boa sorte para arranjares o dinheiro Bill!

- Ainda vamos ganhar muito dinheiro com as tuas fotografias…

- Não acredito que queres viver às minhas custas Bill Kaulitz!

Afastaste-te com um sorriso enorme e fotografaste vezes sem conta, enquanto davas gargalhadas que deviam acordar toda a cidade. Corri para ti e tirei a máquina das tuas mãos. Puxei-te pela cintura e tinhas os teus olhos tão perto dos meus que definia os traços da íris.

- Não sou bom modelo – disse baixo.

- Sabes o que se diz? “És a minha musa” – sorriste – Tu és o meu muso

Gargalhaste tão alto e tão estridente. Era o som que eu queria ouvir agora.

Continuei a olhar-te com atenção, todos os traços.

- O que foi? – Perguntaste.

Agarrei uma madeixa de cabelo rosa e coloquei para trás da tua orelha.

- Amo-te.

E beijei-te sem pressas, sem amanhã. Esperando que o futuro fosse nosso, e esta palavra, esta cidade, fosse para sempre assim. Quente como o meu coração estava naquele momento.

 


publicado por Marii R. às 18:22

link do post | favorita-me

De Melancia a 29 de Março de 2010 às 21:14
Hallo! Nem acredito que estou a ler o penultimo capitulo, naooo, eu nao quero que acabe! Foi das fic´s que mais me tocou, alias acho que foi mesmo a que mais me tocou :)

Amei o capitulo! É sem duvida um capitulo repleto de sentimento. Mas este sentimento n é um quqlquer, a pureza que suporta consigo define-o e distingue-o dos outros. Torna-o especial. A surpresa que ele preparou para ela foi das mais romanticas que ja li. E o modo como fizeste transparecer a felicidade que a viagem causou em Charlotte, tornou o sentimento que Bill partilha com ela verdadeiro e realista. Gostei muitooooo do capitulo, e penso que a musica encaixa na perfeição! AMEI!

kuss


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo