Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

29º Capítulo - Odeio-te a Ti

 
Hey,
Então decidi uma coisa: vou postar em princípio dia sim, dia não.
A não ser que tenha muitos mais comentários. Alright?
Obrigada a quem comentou ^^
Vou para a piscina e digo-vos que estou a gostar imenso da nova fic.
Esta está no final, mas ainda falta revelar coisas.
 
Beijinho,
Marii K.
 
 

Vinte e Nove
235
 
 
 

Levantaram-se rapidamente, sem parar para pensar no que tudo implicaria, para onde ia, porquê, quando, e especialmente:

Bill – o nome do irmão ecoava cada vez mais frequente na cabeça.

Virou costas ao rio e agarrou na mão de Megan.

- Achas que ela contou? – Perguntou ela, com o batimento acelerado no peito.

- Não sei

Puxou a cabeça de Megan para si, e beijou-lhe a testa.

- Vai correr tudo bem. Vamos a casa da Ginger.

E ambos seguiram, com o coração prestes a saltar. Era medo, era fúria e mais uma vez, a persistente culpa. Todos os movimentos seguintes seriam nebulosos, rodando realmente, em volta de memórias que pareciam tão ou mais piores do na altura em que eram frescas.

Megan parou o carro em frente à casa, e não foi preciso um mínimo esforço, para avistar a “amiga”, sentada em cima do muro com o telemóvel e o jornal em cada mão.

Conseguiu observar a fúria crescer no rosto de Tom. Bateu com a porta do carro e arrancou o jornal da mão de Ginger, que tinha uma expressão serena e imperturbável.

- O que é que disseste?! – Gritou.

- Nada Tom.

Levantou-se do muro de um só salto e aproximou-se dele, até quase lhe tocar com o nariz nos lábios, visto ser um pouco mais baixa. Megan chegou, agarrando Tom pelo braço e puxando-o para trás, cuspiu palavras hostis a Ginger, até se acalmar ao ponto de ter uma conversa perceptível.

- Foste tu que falaste? Foste tu, criatura, que foste à polícia?!

Ela aproximou-se de Megan, colocando-lhe a mão no ombro, que logo a outra sacudiu.

- Não Megan. Eu limitei-me a ler o jornal, e a informar-vos. Afinal, até nem sou assim tão má amiga a esse ponto.

- Tu lembraste mesmo!

- Óbvio que me lembro… lá por estar mais tocada por álcool e uns pós, não fico inconsciente! Até tu… Megan devias saber isso.

Megan cerrou o punho e aproximou-se Ginger para lhe meter o dedo centrado na sua face.

- Se tu abres mais uma vez a boca, sobre aquela noite, sobre aquelas pessoas, sobre a minha vida anterior, sobre a minha relação com o Tom, ou sobre o meu carácter; eu juro-te, que vais ser acusada de cumplicidade de tudo isto. Tu sabias, e pagas por isso.

- Então talvez seja melhor contar à polícia de uma vez por todas não é? – Ela atreveu-se.

Tom conseguiu ainda agarrar Megan, que se atirava a Ginger com tanta fúria quanto tinha. E todos sabiam que era muita.

- Isso é capaz de se virar pior para ti não achas? Já que estás a lidar com dois assassinos – acentuou a palavra ironicamente e agarrou no braço de Megan, arrastando-a atrás de si. – É melhor que a tua memória se mantenha fresca, limpa e guardada Ginger, para o bem de todos.

Ele próprio conduziu o carro, sem parar para olhar a expressão de Megan. Mas imaginava-a pelo menos chocada ou assustada.

E seguindo por estradas tão desconhecidas, o caminho foi de novo silencioso. Sem rádio, sem palavras, choros ou sorrisos. Apenas o barulho do motor que gemia bem alto, e parecia perceber também a dor.

 
231
232
233
234
235
- É aqui

Enfiou a chave na ranhura, para abrir a vista para um quarto apenas com uma janela. A cama era larga, rodeada pelas duas mesas-de-cabeceira, e um móvel minúsculo com uma televisão grande de mais para a divisão, na sua frente. A colcha era roxa, que em contraste com as paredes castanhas dava um ar pesado ao quarto, em perfeita harmonia com o sentimento de ambas as pessoas que entravam na divisão.

Megan sentou-se imediatamente na cama, e ligou a televisão, rodeando os joelhos com os braços e olhou pela janela, constatando que realmente a viagem tido sido longa, uma vez que a luz já assumia uma cor alaranjada.

E só na altura que voltou o olhar para Tom é que se apercebeu que tremia. E pensou duas vezes no facto de ter voltado para ele, em estar ali sozinha com quem tinha ameaçado de morte uma das suas supostas amigas. Mas afinal, ela tinha ameaçado mandá-la para a cadeia com eles. Qual seria o preço pior?

Os sentimentos de Tom foram completamente contraditórios aos de Megan, visto que a observava com ternura, e lhe apetecia beijar aqueles olhos negros de lágrimas, abraçar o corpo de tremor e descansá-la até adormecer, para poder pensar claramente no futuro que teria em frente, pelo menos nos próximos dias.

- Odeias-me de novo? – Perguntou ele.

- Não

E pousou a cabeça de novo no seu colo, contendo o medo, agarrando a mão esguia e perfeita de Tom com mais força. Mas foi quando olharam para o telemóvel que vibrava em cima da colcha que sentiram os olhos inundarem-se.

 
A chamar – Bill
 

E ambos olharam a imagem, até desaparecer tudo do visor e ele revelar-se negro, apenas com a mensagem de uma chamada não atendida.

- O que é que vamos fazer?

- Não sei – respondeu Tom, que passou de novo os dedos pelo seu cabelo – dorme – e beijou-lhe a testa.

 
 
 


abdominais:
De Maria a 17 de Agosto de 2009 às 12:54
Hi sweety! x)

Custa-me imenso vê-los assim tão tristes, assim tão preocupados! Não mereciam passar por tudo outra vez, pensei que ia tudo correr bem, mas....
Se não foi a Ginger a contar à polícia, quem é que foi afinal? Será que foi a Madeleine ou o...Bill??
Mas penso que ele não seria capaz de fazer tal coisa à sua melhor amiga e principalmente ao próprio irmão!

Quero mais, sim querida?
Beijocas muito grandes, dear!
:D


De Maria a 17 de Agosto de 2009 às 12:54
First!

x)


De a 17 de Agosto de 2009 às 12:56
Hey ^^
Aquela Ginger é mesmo estupida! Ai dela que conte alguma coisa a alguem u_u Agora o Bill está todo preocupado com eles =/
Quero mais :D
Beijinhos


De Helena Manson a 17 de Agosto de 2009 às 15:42
Aaaaaaaaaaa, a Ginger sabe.
Espero que ela não conte nada à policia ><.
Mais *-*
Beijinhoos.


De Tommazinha a 17 de Agosto de 2009 às 20:15
Hallo!!!
Tadinho do Bill =( , agora está sozinho.
Odeio aquela Ginger, até aposto que foi ela quem foi à policia, só para os ver mal. Mesmo estúpida!!!
E agora? Que vai acontecer? Eles não podem ficar para sempre dentro do quarto...
Escreve ++++++++++++++

Bjão grande ;)


De SoniaKaulitz a 18 de Agosto de 2009 às 11:32
Ola, este capitulo deprimiu-me tanto T_T
NAo gosto nada de os ver tao tristes pah!
Quem sera que foi a policia, secalhar foi a crida do Billl, ou a Ginger pke nao estou a ver o Bill trair assim o irmao....posta mais k isto ta entusiasmante ...küss


De Joanne a 19 de Agosto de 2009 às 03:36
Pronto, já me actualizei, desculpa mesmo não ter comentado o anterior ;_;
Fiquei com raiva da Ginger, eu ainda não percebi porque raio é que ela tinha de saber da história --. Algo me diz que eles vão acabar por ser descobertos, já que andam fugidos(?).
E fico quase em tanta agonia como eles, não é normal xD
Posta mais, prometo ser a primeira ! xD
Beijinhos


De Melancia a 22 de Agosto de 2009 às 16:14
Hallo! Antes de comecar a comentar o capitulo tenho so de te dizer que adoro os titulos que escolhes para os capitulos. Sao muito originais, e existe sempre uma ligacao entre o titulo e o capitulo obviamente, revelando que es precisa quanto a escolha :)

Bem o capitulo! Mein gott, tenho mesmo muita pena do Tom. Ele esta sempre a viver naquela insegiranca que a Megan vai deixa-lo de novo, ou que o vai odiar; é super frustrante o modo como ele tem vivido, pois de uma lado sente odio por si mesmo pelo que fez, e por outro teme que a pessoa que o levou a fazer o deixe. E por isso todas as suas atitudes tornam-se compreensivas, é notorio que esta a jogar pelo seguro! Ah e odiei aquela Ginger, mas ameii a reaccao do Tom, confirma excatamente aquilo que esta a sentir, a inseguranca esta subjacente!!!

kuss


De tokiohotelfics_<3 a 21 de Julho de 2010 às 10:48
Será que foi mesmo essa cabra que os denunciou ?? :@@

E se eles vao parar à prisão .. mesmo ?? O.o

OMGGG !!
Isso não pode acontecer !! -.-'

"- O que é que vamos fazer?"
Faço a mesma pergunta !! O.o

Next !! :DD
Bjs


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online