Fics

Love is not a feeling... It's strength.
Sábado, 27 de Junho de 2009

4º Capítulo - Odeio-te a Ti

Hey^^

Poucos comentários outra vez --' raio de vida...

Anyway, já tenho a fic até metade do sexto capítulo. Estou a gostar imenso de escrever ;)

Estou no Algarve outra vez, volto na segunda, mas posto na mesma.

Ah!!! Na segunda-feira, no Salve-se quem Puder, na Sic os dois rapazes que vão participar na equipa azul é o meu tio e o meu irmão u.u , estou para ver xD.

 

 

Beijinhooo@

 

Marii K.

 

 

Quatro
Ganhaste tu, ganhou ele
 
 
            - A minha mãe convidou-te para ires jantar lá a casa hoje. Ela e o teu pai vão sair do país hoje e amanhã não é?
            - Penso que sim. E obrigada pelo convite, mas passo. – Colocou o tabuleiro do almoço à sua frente e fixou os olhos tristes de Bill. – Oh, não fiques assim…
            - Há quanto tempo não vais lá a casa Meg?
            - Mas tu sabes que…
            - Eu sei tudo, só não sei os motivos. Mas a sério, vou ignorar isso pela milésima vez. Mas tu não és capaz de fazer esse esforço nem um bocadinho por mim? Por amor de Deus Meg…
            - Mas Bill…
            - Tu confias em mim, pelo menos Megan? – Perguntou com uma expressão séria.
            - Claro que confio.
            - Qual é o problema dele? – Perguntou, para comprovar a sua teoria.
            Megan cerrou os lábios. Tentou comunicar pelos olhos, não queria falar, mas sabia que não estava relacionado com a confiança… era uma coisa sua. Sempre fora, ninguém tinha de conhecer a sua fraqueza. Conhecia uma pessoa e já era de mais.
            - Bem me parecia.
            Bill levantou-se arrastando a cadeira atrás de si e abandonou o espaço do bar. Deixou a consciência de Meg tão pesada como sempre, latejando pela dor do segredo que continha. Sempre fora boa a guardar segredos e sabia, sobretudo o quanto custava, o quanto era penoso e solitário carregar um assim.
            Deitou a cabeça na mesa e tapou os olhos com as mãos. Desgraça atrás de desgraça.
            Ouviu a cadeira de novo a arrastar-se e ergueu de novo a cabeça.
            - Bill. Desculpa! Eu –
            Interrompeu-se a si própria ao reparar que quem figurava na sua frente, era um rosto igual. Mas emoldurado pelas longas rastas louras. A sua expressão de preocupação surpreendeu-a, elevou as sobrancelhas e soltou um riso nervoso.
            - Então, que vens fazer aqui agora? –Perguntou com impaciência.
            - Vem lá jantar a casa.
            - Só podes estar a gozar comigo Tom, sinceramente.
            - Eu prometo que fico calado. Se quiseres até saio de lá. Mas devias falar com o Bill, isto magoa-o.
            - O que sabes tu disso Tom? Qual é o teu problema afinal?
            - O meu problema não é nenhum… não quero discutir. Vem jantar lá a casa, a sério. Eu saio.
            Megan olhou o pátio da escola pelo vidro do bar. Observou o andar pesado de Bill em direcção ao ginásio e suspirou. Não queria que as coisas ficassem assim.
            - Tudo bem, eu vou… se quiseres podes estar lá.
            Tom lançou-lhe um sorriso medido. Levantou-se delicadamente e encostou os lábios ao seu ouvido.
            - Obrigado. – Sussurrou, com a sua voz rouca.
            Megan arrepiou-se com o ar a embater na sua pele e a penetrar dentro de si.
            “Aquilo era mesmo necessário?” – Claro que não.
            Acabou a refeição sozinha e constatou que ter educação física não estava realmente nos seus planos. Ignorou essa mancha no seu horário, pegou no telemóvel e redigiu uma mensagem curta que sabia ir mudar a disposição de Bill.
 
Ganhaste… Vou ter a tua casa às 19.30 h, é preciso levar alguma coisa?
 
            Enfiou o telemóvel no bolso, pegou na mala e dirigiu-se para casa apressadamente. Tinha que aspirar toda a casa antes de se despachar e ir jantar. Pelo menos a semana tinha passado rápido, era Quinta-feira e no dia seguinte tinha o dia livre. Como lhe melhorava o humor pensar no seu fim-de-semana prolongado sem o seu pai em casa. Finalmente estava livre de discussões por um tempo. Era pouco, mas tinha de ser aproveitado.
            Aspirou o piso inferior todo de uma vez e sentiu o telemóvel vibrar no seu bolso.
 
Uma Mensagem de: Bill
O Tom vai fazer massa. (Parece que é o mínimo que pode fazer por tu o deixares ficar cá a comer também) Por isso… não é preciso nada ;D
 
Abriu a boca num murmúrio e rapidamente respondeu.
 
Ele contou-te já?
 
Suspirou e atirou o telemóvel para cima da cama. Arrumou o aspirador e começou a despir-se. Antes de entrar para o duche agarrou de novo no telemóvel.
 
Uma Mensagem de: Bill
Claro, sabes como ele gosta de falar de ti xD. Vai arranjar-te, agora Megan! Até já.
 
            Obedeceu ao amigo, e tomou banho num ápice. Quando deu por si, estava vestida com uma saia preta e um top amarelo simples. Há quanto tempo não usava aquela saia? – Desde o último encontro que tinha tido, há quase um ano atrás.
            Não descobriu a razão de a vestir de novo. Agarrou na mala e arrancou até avistar uma casa cinzenta. A casa dos Kaulitz. Tinha passado, realmente muito tempo, desde a última vez que lá tinha entrado.
 

 

 

I'm: in the pool ! =D


abdominais:
De Ritiik a 27 de Junho de 2009 às 18:23
Hey!
Ela aceitou, uba!
Já disse q o Tom era sexy? ^o)
Posta, Mariana :D
Beijinho *


De Maria a 27 de Junho de 2009 às 20:26
Hallo querida! ^^

Oh God...estou happy! A Meg aceitou o convite! ^^
Como é possível ela odiar tanto o Tom, ele que é tão querido para ela!? Que até se ofereceu sair de casa só para ela lá ir e deixar o Bill contente!
O jantarinho vai ficar mesmo bom, nhami nhami! :D

Espero que neste jantar a Meg e o Tom fiquem mais próximos e que passem um serão agradável e pode ser que a relação deles melhore! :D

Quero mais,, sim??? Pleaseeeeeeee ^^

Kiss muito grande, dear!
xD


De mariianna a 27 de Junho de 2009 às 21:12
Ufaa, tava a ver que eles [a Megan e o Bill] ficavam chateados.
O que é que se passou afinal ?? Conta *beicinho e olhinhos do Gato das Botas no Shrek*

Agora, também fiquei curiosa. como é que o jantar será ??

Beijinhos,
Marianna


De a 27 de Junho de 2009 às 21:25
Hey!
Tenho de ver se vejo esse programa =P
O Tom é amorosoo *__*

Quero mais ^^
Beijinhos


De Tommazinha a 27 de Junho de 2009 às 22:26
Ui!!
Cm sera este jantar?

O Tom foi um querido pelo q fez... tenho pena d Bill, coitado ele n tem culpa de nd.
Já é bom a Megan ter cedido. Agora vamos lá ver cm corre.
Tou ansiosa (para variar xD)

Quero ++++++++++

Bjao grande


De nesa a 27 de Junho de 2009 às 22:55
Olá ^^

ela aceitou ir jantar a casa do Bill!
E disse que o Tom podia estar lá O.o

Quero ver como vai ser o jantar...

Quero mais,sim?

Beijinhos


De Thaís a 27 de Junho de 2009 às 23:19
Estou a gosta muito dessa fic !
Ela só não gosta de Tom porquê ele sabe do segredo dela?
Ela aceitou ir jantar com eles \o/
Amei <3
posta mais ;*


Comentar post

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo