Fics

Love is not a feeling... It's strength.
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Há Sempre Outra Escolha - Capítulo 1

A minha primeira fanfic. *.*

Não está acabada e não vou fazer apresentações, as personagens vão todas aparecendo. E claro que têm os maninhos kaulitz x).

Bem, aqui vai. Comentem sim? =)

 

Há Sempre Outra Escolha - Capítulo 1

 

 

Capítulo 1

[Tom]

 

Eu: Bill despacha-te!

Bill: Já vou! (grrr…)

Bill: Sabes, eu não sou como tu. Tu enfias a porcaria dum boné e umas t-shirts e calças largas e ficas bem.

Eu: Claro que fico bem, com esta carinha de anjo tudo me fica bem.

Bill: Convencido –-‘ .

Tom: Mas vamos andando ou não? Estou com uma sede de álcool …

Bill: Sim, sim vamos lá. Mas por favor não fiques bêbado como da outra vez. Depois sou eu que carrego contigo até casa…

Tom: Está calado! Tu ADORAS carregar comigo.

 

(Seguimos para o LUXe, o nosso bar de eleição)

 

        Chegámos e eu dirigi-me imediatamente para o bar, buscar bebidas enquanto o Bill se foi sentando numa mesa mais ou menos central.

 

        Quando cheguei à mesa o Bill não estava lá. Não me importei muito com isso, sentei-me e comecei a beber tanto a minha bebida como a dele. Sem nada para fazer ia reparando nas raparigas que estavam no bar, mais propriamente nos seus atributos.

        De repente olhei para a porta e vi uma rapariga, com uns incríveis olhos verdes que contrastavam com o seu brilhante cabelo castanho. Naquela altura não olhava para mais nada senão para aquele brilho incessante vindo dos seus olhos. Ao contrário do meu carácter de “engatatão”, não movi um único músculo e fiquei durante muito tempo a mirar o seu sorriso enquanto ela foi ter com um grupo que aparentavam ser seus amigos.

        Deveria ir falar com ela, mas isso provavelmente iria perturbar toda a espontaneidade dos seus actos, que eu observava agora muito atentamente. Era como se tudo estivesse em câmara lenta, ou o mundo tivesse parado apenas para eu reparar em todos os seus delicados pormenores.

        Inesperadamente, nesta altura chegou o Bill. Tinha sangue a escorrer do nariz e um monte de lenços ensanguentados na mão esquerda.

 

Continua ^^

 

 

 

I'm:
Song: Reden


abdominais:
De vannäy a 3 de Agosto de 2008 às 11:23
Ele é tão convencidoo xDD
esta-se a apaixonar O_O naa estou sonhandoo XDD

esta optimo este capitulo *.*

ja vou ler o restoo ^^

bjss*


De TaTaK a 22 de Junho de 2009 às 12:50
Escreves tão bem (:


Comentar post

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo