Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Quinta-feira, 1 de Abril de 2010

2º Capítulo - Promessa

Awee, leitoras novas *.*

Lembrei-me hoje... não vos mostrei desenho nenhum deste ano, pois não?

Está aqui este, é do primeiro período :)

O material é grafite ;)

 

P.S.: Vou pôr uma música que é um pouco adiantada na história, mas eu não encontro músicas de jeito para esta parte de engonhanço. (só para saberem xD)

Beijinhos,

Marii K.

 

II

 

 

O telefone tocou.

Tom amaldiçoou-o quantas vezes podia. Ainda com os olhos fechados pressionou a tecla de maior relevo duas vezes e o alta voz do telemóvel emitiu imediatamente a voz de David Jost.

- Bom dia. Afinal marcaram uma sessão, tens de estar cá em baixo daqui a uma hora. Já avisei o Bill.

- Ok – gemeu Tom.

Apertou a almofada entre os dedos e suspirou. Contou mentalmente as horas que tinha dormido e atirou os lençóis para trás, rendido. De facto, não se lembrava de alguma vez andar tão cansado como agora.

Depois de se vestir, saiu e desceu as escadas devagar. Bebeu dois cafés e sentiu-se pelo menos, mais um pouco renovado. Sentou-se nas cadeiras mais recuadas da sala de convívio do hotel, e esperou na companhia de alguns membros da equipa, até chegar Gustav, Georg e depois Bill.  A sessão era no outro lado da cidade, Bill falava de como seria difícil para ele encontrar todos os sítios a que ia, se não tivessem quem os guiasse. Tom lembrou-se então, de como Bill era mau com mapas quando era pequeno, e estava prestes a recordar o irmão quando os avisaram de que estava na hora de sair.

Todos estavam prestes a levantar-se, quando uma rapariga loura conseguiu passar entre todos de maneira brusca e decidida até chegar a Tom. No momento de lhe tocar, o segurança, logo pronto, agarrou o braço da rapariga, impedindo-a de chegar mais longe.

- Oh! Deixa-a – Pediu Bill.

A rapariga encarou Bill, com um sorriso de agradecimento que ele prestou também de imediato, aproximando-se mais.

-Preciso de falar consigo – disse a rapariga, pousando uma revista no colo de Tom, ainda especado – isto não é aceitável. O meu agente pode falar com o seu.

Ainda com uma certa insegurança, Tom pegou na revista, olhou uma capa coberta pelo dia de compras de Angelina Jolie com os seus filhos e olhou de novo para a rapariga.

- O quê?

- A página do meio – indicou ela.

Tom abriu a revista de uma vez e olhou a imagem um tanto expectante.

- Não sei o que se passou – disse ele, com a revista descaída. Ainda confuso levantou-se, ficando quase colado à rapariga. – Alice, não é?

A rapariga assentiu com a cabeça e deu um passo atrás, Tom pôde ouvir Bill murmurar para si mesmo “Claro que é Alice”. Não entendeu. De facto, pouco estava a entender do que se estava a passar.

- Olha, Alice – quase engoliu em seco ao dizer o nome da rapariga, e de um momento para o outro, reparou no tom negro dos seus olhos, como ébano - volto às vinte para as seis. Acho que não é preciso agentes…

- Mas –

- Isto é só rumores, não é muito trabalho. – Interrompeu – De qualquer maneira agora tenho de ir. Ainda está cá por essa hora?

- Volto às sete. Espero na sala de conferências. Leve o…seu agente.

Tom assentiu, percorreu o rosto da rapariga com os olhos e notou que a diferença entre a mãe e ela, era bastante notável. Não só pela quantidade de cirurgias plásticas que a mãe já tinha feito, mas também porque o seu rosto era de certo modo curioso, e dali ocorrera alguma mistura de nacionalidades que a tornavam branca mas de traços afincadamente italianos, as maças do rosto eram bem definidas e o cabelo louro era encaracolado, com nuances de um tom mais escuro, que o tornava profundo. Não teria que voltar aos olhos, pois era como se ainda os tivesse ali, na sua frente.

- Então…até logo. – Disse ele, e de alguma maneira contornou a rapariga sem a tocar.

Quando Bill se juntava a ele, parou e voltou atrás, estendeu a revista à rapariga que olhava os títulos dos jornais em cima da mesa de apoio.

- Ah, deixe estar. Fique com essa para si.

Sem uma palavra, virou costas a Alice e andou em passos largos até à porta.

- Tu não sabes quem era?! – Perguntou Bill, num sussurro gritante.

Ouviu Georg rir atrás de si.

- Era meio italiana não era? Tinha ar disso… - disse, enquanto enrolava a revista.

- Alice Vaughn? Actriz?

Tom parou e encarou o irmão.

- Actriz?

- Actriz – assentiu Bill. – Qual foi a tua ideia de dizeres que tratavas tu do assunto?

- Ideia… foi uma ideia no mínimo interessante não achas?

Sorriu para o irmão e sentou-se no banco detrás da carrinha de vidros fumados. Folheou a revista demoradamente e parou mais do que tempo suficiente na página do meio.

 

«Novo romance de Alice Vaughn? Descubra o perfil de Tom Kaulitz, num romance de uma noite na afterparty dos prémios MTV.»

 

 

Editado: Não sei se já tinha posto esta música aqui, mas pronto. É o que se arranja :) e ela é linda. @kiss kiss

tags:

publicado por Marii R. às 15:50

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De ∞ quinn a 1 de Abril de 2010 às 17:33
Hey :)
O desenho está tão giro ^^
Fogo, apareceram logo nas revistas e nem fizeram nada o.o
Quero ver o Tom a tratar do assunto, ahah :p
Mais ^^
Beijinhos.


De Tommazinha a 1 de Abril de 2010 às 17:53
Hallo!!!
Amei, simplesmente, o teu desenho *.*
Tens de passar a postar mais vezes desenhos feitos por ti =D

Já apareceram nas capas das revistas?
Bem, isso é que é rapidez...
Os media não perdem tempo.
Vamos lá ver como é que vai correr esse encontro, quando ele voltar... eheh xD
Quero maisssss e maissssssss

Bjão grande ;)

P.S. Fiquei fã da música!


De ztiluak a 1 de Abril de 2010 às 19:52
ha imenso tempo que nao punhas aqui desenhos teus. Esta mesmo giro.

Ainda e o segundo capitulo e eles ja estao nas revistas...Quero ver como é que o Tom vai tratar do assunto.


De tânia. a 1 de Abril de 2010 às 20:26
Quero ver como é que eles vão sair desta, quero :b
Gosto do desenho, desenhas, bué bem (:
xoxo.


De Melancia a 1 de Abril de 2010 às 20:58
Hallo! O desenho está lindoooooo!

Lol, gostei deste capitulo por causa do Bill, ele consegue smp ser comico! Ah e estou ansiosa por descobrir como vai decorrer a "reuniao" deles lolol...
Continue :)


De Maria a 2 de Abril de 2010 às 14:06
Hi sweety! :)
O que os jornalistas inventam...tudo serve para venderem revistas! =p
Todos sabiam quem ela era menos o Tommi...ehehe
As coisas entre eles vão evoluir a partir daqui, certo? Adorei a capítulo! «3
Posta mais, querida!
Beijinhos muito grandes, dear!
:D


De Sweet Girl a 2 de Abril de 2010 às 14:15
Hallouu!
Ha, ja apaarecem em revistas isso e que vai ser x'D
Quero ver como o Tom vai resolver isto!
Anciosa pelo proximo cap.
BeijOs.


De Tom'Girl a 2 de Abril de 2010 às 14:58
Hey... desculpa não ter comentedo o 1º capitulo mas a net estava impossivel... tive de esperar montes de tempo só para conseguir ler o capitulo e quando ia para comentar vi que ia demorar muito tempo para conseguir a página e simplesmente passei-me e desisti.

O 1º capitulo foi lindo e este também foi LINDO.

Tu escreves tão bem OMG nem tenho palavras para descrever.

Gosto muito do desenho

beijinhos


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online