Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

22º Capítulo - Espera por Mim

Hey,

Vou passar a establecer dias para postar...mas ainda não sei quais.

Depois digo ;D

Hoje dei um desenho a um menino pequenino que estava a olhar para ele, tão fofo x)

Gracias pelos comments

Beijinho,

Marii K.

 

 

Capítulo 22

Eternamente
 
 
 

Sentia-me desperdiçar. Como se toda a energia que perdesse com ela fosse inútil. Por dentro chamava por ti e não me ouvias, estavas longe. E agora ainda mais.

Não me ouves quando te chamo?
Não me sentes quando eu te sinto?

Ela sentia tudo isso quando não devia. Estava virado do avesso. Sentimentos certos para pessoas erradas e distâncias marcadas por espaços invisíveis que não encontravam lugar. Tudo o que estava reprimido devia estar de fora. O mundo devia ter tanta cor quanto o teu cabelo. Os sentimentos deviam ser feitos num mundo de escala cinza como os teus olhos. Todos parecidos, todos eles felizes. Os sorrisos mais amarelos pelo sol e não pela falsidade. E o meu mundo tinha as cores trocadas. Tinha os erros vincados, mesmo na minha frente. E eu não os repelia; por outro lado até lhes dava as boas-vindas. Sorria e deixava-a entrar na minha vida como sempre lá esteve. Não havia barreiras nem temores. Só a falta do sentimento da minha parte. Um mundo sem cor e sem vida era o meu e o dela.

Olhei o relógio no topo do quadro da escola e quando o via passar mais devagar, levantei-me de um salto e agarrei na mochila, senti o papel no bolso e sem saber porquê o sorriso de Allison no dia anterior que me impedira de ir ter contigo, pareceu-me vulgar e insignificante. Ouvi a voz do professor altear mas já corria para o carro, para seguir em direcção à morada dada.

Os caminhos já ganhavam cor. A tua voz rouca estava mais perto, mas não te sentia e tu não me ouvias chamar por ti. Encostei numa bomba de gasolina e pedi informações a um homem de meia-idade que surpreendentemente sabia exactamente o sítio. Não me disse porquê. Em trinta minutos, estava em frente a uma vivenda branca com portões negros e relva verde, cuidada. Uma rede de basquete na parede, bolas no chão meias perdidas de uma brincadeira e da janela maior com cortinas laranjas conseguia ver uma casa com um ar bastante habitável, os sofás desalinhados e as luzes acesas apesar de ser de dia.

Quando toquei na campainha o som pareceu prolongar-se lá dentro. Nenhum som se ouviu, ninguém se deve ter movido. E sem pensar duas vezes voltei para o carro e liguei o rádio. Ia esperar até apareceres.

 

E podes perguntar porque é que não te liguei. Nunca te cheguei a dizer. Mas precisava de te ver mais uma vez. Consolidar os sentimentos e ter a certeza de que tudo o que queria fazer valia a pena. Não era desconfiança, era certeza que precisava. Palavras que me faziam perder e o teu rosto para me deixar de novo perdido. Sempre perdido em ti.

Eternamente, mesmo quando pouco, mas tanto conhecia… perdido em ti.

 
 

 


publicado por Marii R. às 22:11

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De T'Girl a 1 de Outubro de 2009 às 23:44
omg

está lindo

mas o que se passa??

omg

posta mais
beijinhos


De Joaninh@_Kaulitz ^^ a 2 de Outubro de 2009 às 13:57
Olaaas Olaa!!!

Finalmente cheguei ao fim e consegui-me actualizar!!!

Esta fic esta mesmo espantosa!!

Será que a Charlotte o vai perdoar?! Espero bem que sim, mas se não perdoar a maior parte da culpa é do Bill que em vez de ouvir o coração n ouviu a razão e cometeu um erro.

Quero mais um pff!!

jokinhas grandes =)*


De Ritaa a 2 de Outubro de 2009 às 17:10
«Sentimentos certos para pessoas erradas e distâncias marcadas por espaços invisíveis que não encontravam lugar.» Sem dúvida alguma, a melhor frase de todo o capítulo! *.* A sério, Mariana, amei-a mesmo. (:
Oh, e claro que tenho que dizer exactamente a mesma coisa para o capítulo, não é? Até porque não há nada do que já escreveste que eu não tenha amado. ^^
Quero mais!


De ztiluak a 2 de Outubro de 2009 às 18:26
nao consigo descrever o capitulo...esta mais do que perfeito! Adorei as descriçoes dos sentimentos do Bill....

posta mais, bjs!


De Joanne a 2 de Outubro de 2009 às 19:42
Que capítulo, god! As palavras, os sentimentos do Bill... a sério, não poderiam ser melhor descritos!
Nem tenho palavras, cada vez surpreendes mais, parece mentira xD
E pronto vá, eu até queria que ele a voltasse a encontrar xD
Mais *--*
Beijinho


De Maria a 2 de Outubro de 2009 às 19:55
Hi sweety! x)

Amei a atitude do Bill...foi atrás do seu verdadeiro amor, atrás da sua verdadeira felicidade... :P
Agora espero que alguém, de preferência ela, apareça para lhe abrir a porta...ela tem que saber que o Bill a ama a ela e a mais ninguém! :D

Posta mais, sim querida?
Beijinhos muito grandes, dear!
:D


De a 2 de Outubro de 2009 às 22:16
Olá :)

Desculpa não ter comentado o capitulo anterior, não tive oportunidade de ler, mas já li, e como do costume gostei :D
Ele foi a casa dela *w*
Amei este capitulo :D
Quero mais ^^
Beijinhos


De Tommazinha a 2 de Outubro de 2009 às 22:54
Hallo!!!
Vamos lá ver se é desta que ficam juntos...
São sempre separados por algo ou alguém, é irritante.
A Allison está estúpida, desde o capítulo anterior que...
Escreve ++++++++

Bjocas


De Caroll a 3 de Outubro de 2009 às 00:39
Perfeito.
Lindo.
Maravilhoso.
Wtvr.

Estou farta de dizer sempre a mesma coisa xD

Amo-te


De Melancia a 3 de Novembro de 2009 às 20:26
Olaa! Desculpa eu no outro dia n consegui ler os capitulos a seguir pq o meu irmao precisava do pc e ontem n pude vir pq tinha q estudar!
Antes de comentar, achei mtoo querido da tua parte teres dado o desenho ao miudo lol.

O capitulo esta mais uma vez lindooo! As comparacoes feitas em relacao a cor do cabelo dela realcam o efeito que ela provoca nele, assim como ele avalia cada dia da sua vida sem ela. Demonstra, portanto a visao que ele suporta consigo quando ela n esta por perto. Amei o facto de ele ter ficado a espera dela no carro. Ah e esqueci me de dizer isto, gosto muitooo a forma como tu escolhes utilizar ass palavras que se referem a ela e o facto de ele se referir a ela na segunda pessoa!

kuss


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online