Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Sábado, 19 de Setembro de 2009

17º Capítulo- Espera por Mim

Hey,

aqui está o capítulo bastante esperado. Música nova yeah. Sim esta fic vai ser lifehouse infinitamente porque eles dão-me inspiração para dar e vender =)


Capítulo para a T'Girl!


Beijinho,

Marii K.

 

 

17º Capítulo

Reinventar
 
 
 

            O nosso olhar demorou. Talvez tivesse ficado preso. E como eu queria que fosse para sempre.

            - Ser diferente é bom? – Perguntei-te.

            - É óptimo. É especial. – Respondeste com um sorriso.

            Movi os dedos das mãos e consegui perceber que ainda tocavas a minha mão. Apertei-a, senti-a. Queria-me seguro de novo. Queria reinventar-me, queria que contigo tudo fosse possível. Allison não me ocorreu na ideia uma única vez.

            Continuávamos com os olhos um no outro.

            - Tens irmãos?

            Os teus lábios vermelhos esticaram-se num sorriso.

            - Tenho 3 irmãos. O mais velho – Harry; depois o Ryan, depois sou eu e depois o mais novo, o Matt.

            - És a única rapariga então… - constatei.

            - Sim
            - É bom ter uma família grande?

            - É diferente, é óptimo. – Humedeceste os lábios ainda fixada em mim – Devias resolver as coisas com o teu irmão Bill. Os irmãos podem ser tudo o que quiseres, estúpidos, egoístas, teimosos… mas no final são sempre nossos irmãos. Ele adora-te tanto como tu a ele. Tenho a certeza disso, mesmo que não saiba o que aconteceu o mesmo que não o conheça.

            Reflecti sobre as tuas palavras. A tua mão subiu no meu braço e deixei de sentir frio. Estava quente, estava a sentir o coração bater tão rápido no meu peito, estava com desejo de te beijar, de te sentir de todos os modos, e sabia que não podia.

            - O problema não é ele. Sou eu.

            - Deves ter tido os teus motivos. – Sussurraste de imediato, voltando a entrelaçar os teus dedos nos meus. Deixaste de me olhar e fixaste o céu estrelado.

            - Eu deixei-o por causa da Allison. Mudei de escola por ela e foi como se me tivesse esquecido dele. – Parei para engolir em seco – Ele nunca gostou muito dela. Disse que ela me controlava, mas era apenas um miúdo, como podia ele saber isso? Pensava que apenas tivesse ciúmes de eu ter uma relação real.

            - Tenho a certeza de que não foi isso que ele sentiu Bill.

            - Nós fomo-nos afastando. Eu estava no Liceu privado e ele no público. Eu tinha amigos novos e ele ficara com os nossos amigos antigos. Todos me condenavam por dar tanto de mim a Allison.

            Percebi que a minha respiração tinha voltado ao normal. Serias tu?

            - Não deviam. Não fizeste nada de mal.

            - Mas não sei se valeu alguma coisa – Confessei com os olhos petrificados no teu rosto.

            - O que queres dizer com isso?
            - Nada – Menti.

            Estavas a entrar dentro de mim. Penetravas mais e mais. Captava-te com todo o meu coração. Não saías, não te movias. Permanecias, permanecerás para sempre.

            - Ajuda-te pensar de noite?

            - Não sei. Normalmente não ando tão confuso como agora. – Revelei-te com a voz rouca.

            - O que é que te confunde?
            - Nada Charlotte. São problemas.

            Parei durante uns momentos. Reflecti sobre o facto de me declarar naquele momento, mas era impossível, era inimaginável quebrar tudo assim.

            - Estás a ver a Ursa Maior? – Apontaste para as estrelas

            - Sim

            - E aquela ali, bem juntinha, mas de fora?

            - Sim
            - É bonita?
            - É linda.

            Definia-te tanto a ti como a estrela.

            - É diferente. – Constataste de novo, olhando para mim – E não deixa de ser bonita. De certa forma é especial.

            Especial. Diferente. Linda. Eras tu.

            Enquanto te continuava a fixar, não te via. Estava perdido. E assustei-me quando me soltaste a mão e a colocaste na minha nuca. Fixaste-me durante dois breves segundos, como que pedindo permissão. E os teus lábios vermelhos colaram-se nos meus. Não pensei se devia transformar num beijo com desejo de ambos os lados, foi automático. Senti a minha língua na tua. Senti o sonho realizar-se. E era tudo muito melhor agora.

            O sabor exótico era real, o toque selvagem. A pele de seda. E quando abrisse os olhos ainda estarias ali. De certeza.

            Recuei. Continuava a fixar-te. Assustado com o que acabara de fazer, mas também maravilhado.

            - Desculpa. Sempre me ensinaram a satisfazer a curiosidade. – Disseste sem um único rubor na face.

            - Não faz mal… Isto não… não faz mal.

            Fixámos de novo as estrelas e passados alguns minutos, levantámo-nos sem uma única palavra. Largámos as mãos e seguimos para casa, em caminhos opostos.

            Não me esqueci de nenhum momento, de nenhum segundo. Não me esqueci do teu cheiro fresco dessa noite. Vou relembrar para sempre como os teus olhos brilharam na luz das estrelas.

 
*
 

            Comecei a amar-te muito antes de ter possibilidade de te tocar, de te beijar e de ter o teu amor de volta. Comecei a amar-te porque representaste uma possibilidade de me reinventar.

 


publicado por Marii R. às 19:25

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Ritaa a 19 de Setembro de 2009 às 20:28
E o meu cérebro parou quando eles se beijaram! o.o Aquilo foi mesmo real?! 8DDD Meu Deus, finalmente! E pronto, já sei que agora me vai ser impossível dizer alguma coisa de jeito. -.- Por isso, vou-me ficar por aqui, mas não antes de pedir mais. ^^


De Tommazinha a 19 de Setembro de 2009 às 21:58
Hallo!!!
Desculpa não ter comentado o capítulo anterior mas isto agora torna-se um bocado complicado de ir ao pc. Mas já estou actualizada ;)
O Bill e a Charlotte beijaram-se, yeihhhhhhhhhh =D
Tão fofos, tão românticos, tão coiso xD
Finalmente percebi o motivo dos gémeos estarem afastados, mas quero-os amiguinhos de novo!!! Não gosto que eles estejam assim.
Quero mais e mais...

Bjão grande ;)


De mariianna a 19 de Setembro de 2009 às 22:00
Eles beijaram-se, que fofos +__+
Mas e a minha Ally ? Ele vai continuar a traí-la ? *cara zangada*
A Ally não merece, ela merece ser feliz , não enganada pela pessoa que mais ama !

Beijinhos


De SoniaKaulitz a 19 de Setembro de 2009 às 22:17
OMG *_* eu tou parva parvinha cm este capitulo.....simplesmente L-I-N-D-O.
Finalmente eles se aproximaram, e que proximos que eles tiveram...ui ui .
BEm entao o motivo da zanga dos gemeos foi finalmente revelado.....foi muito mau da parte do Bill o que ele fez, nao precisava de deixar de ser ele para amar a Allison, muito menos afastar-se de td e todos por causa de uma rapariga, por mais que ela fosse importante. Vou ter alguma pena da Allison, ela vai sofrer mto quando souber o que aconteceu entre eles, mas talvez seja melhor para o Bill afaztar-se da Allison, pode ser que assim volte a ser o que era antes de estar com ela, volte a reencontrar-se e se entenda com o twin, é triste ver assim dois manos separados por causa de uma miuda. Omg este comenterio é mto grande e chato e tal mas eu escrevo plos cutovelos.....e fiko assim qd leio as tuas coisas. OMG adoro =)
( amei a parte "Sempre me ensinaram a satisfazer a curiosidade." tb quero satisfazer a nha curiosidade com o TOM O.O)
Bjinho, e ja chega de comentario...lool


De Maria a 19 de Setembro de 2009 às 22:38
Hi sweety! x)

Amo a nova música, é tão bela e calma...perfeita! :D
Finalmente aconteceu o que eu mais desejava, eles beijaram-se...ela queria beijá-lo e assim fez e ele adorou...omg...mas que perfeição.* [estou completamente babadinha]
O Bill tem que ficar com a Charlotte...a Allison, digamos que "arruinou" a relação entre os gémeos, afastou o Bill de toda a gente e a Charlotte está a incentivá-lo a fazer as pazes com o Tom e ele devia mesmo seguir o que ela lhe diz.* :D

A Charlotte foi o melhor que aconteceu ao Bill! :P

Posta mais, sim querida?
Beijinhos muito grandes, dear!
:D


De a 19 de Setembro de 2009 às 23:26
Hey :)
Eles beijaram-seeeee *w*
Amei tanto este capitulo *----* E não foi só por eles se terem beijado, mas sim pelas conversas e pelos toques *--*
Quero mais :D
Beijinhos


De T'Girl a 20 de Setembro de 2009 às 11:04
capitulo para mim????? *.*

és tão querida e escreves tão bem

eles beijaram-se, ela é tão fofinha e o Bill está tão confuso :s

agora já percebi o que se passou com os gémeos, eles vao fazer as pazes nao vao???

espero que sim nao gosto de os ver assim

posta mais por favor

beijinhos

p.s.: obrigada pelo capitulo está lindo


De Joanne a 20 de Setembro de 2009 às 12:06
Este capítulo foi assim... o melhor de todos! Lindo, desde o principio até ao fim, e a parte do beijo, cheio de sentimento... O Bill ama a rapariga, ela é diferente, e está a faze-lo ver que ele não é aquele Bill que pensava ser, que há algo nele que precisa voltar atrás.
Mas eu continuo com pena da Allison, eu acho que ela ficava bem com o Tom, sim sim sim! (ok, eu nao resisto, imagino sempre isto quando leio a fic, mas pronto não sei o que vai acontecer, mas qualquer coisa que decidas será bonito na mesma ^^).
Posta mais desta fic linda ;_;
Beijinho


De ztiluak a 20 de Setembro de 2009 às 12:21
amei este capitulo!

eles beijaram-se *.*

posta mais!


De Joaninh@_Kaulitz ^^ a 2 de Outubro de 2009 às 13:13
Olaa Olaa!!

Eles beijaram lalalalalalalalala!! Estou contente!!!

Foi preciso ela ter coragem de o beijar para ele saber que precisa mais dela do que ele imaginava!!

jokinhas grandes =)*


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online