Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

11º Capítulo - Espera por Mim

Hey,

já vi os escertos das músicas todas e gosto tanto *.* A Screamin e a That Day, a Phantom Rider omg... e a Zoom Into Me.

E vi 2 vezes a Automatic na MTV. God, eles estão mesmo a voltar ;D


Gosto deste capítulo! Estou agora a escrever o 12.

Há muita gente que pede para postar mais depressa. Mas não há comentários, posto uma vez por dia... =/ numa altura em que haja mais, posso postar dois por dia.


Beijinhos,

Marii K.

 

Capítulo 11

Sombra
 
           

A forma como pensava em ti fazia-me querer que já a estava a trair. Queria saber a razão de seres tu a dominar o meu pensamento e de repente minimizares toda a relação que tinha com ela.

No entanto, os lábios de Allison não me deixavam de ser apetecíveis, nem os olhos verdes me pareciam menos bonitos que os teus cinza. A pela de ambas era sensível, e eu agora sabia-o pela forma como te agarrara. Queria-te de novo, e era isso que me imperava a mente.

Mentalmente tentava arranjar defeitos em cada uma, mas era-me impossível. De Allison apenas poderia apontar o facto da família dela ter uma posição autoritária na minha vida. E de ti nada podia dizer, pois tudo em ti me fascinava e contudo pouco conhecia. E seria esse o problema? Era a decisão que deveria tomar, escolher conhecer-te, explorar todos os sentimentos… Ou iria esquecer-te para sempre?

Quando menos esperava senti a porta abrir-se e o sorriso de Allison fez-me imediatamente rever o momento em que elegera ir com ela para o colégio. Não me imaginava sem ela, sem aquele sorriso aberto e as suas palavras carinhosas. As conversas inteligentes e ponderadas que me levavam sempre à razão. Eu precisava dela.

- Vamos?

Levantei-me da cama e vesti o casaco. O último instante de que te vou falar foi quando os seus dedos se entrelaçaram nos meus e os lábios tocaram a minha face com uma delicadeza inimaginável.

Era amor o que ela sentia por mim. E como poderia eu desperdiçar isso? Como poderia deitar a perder anos de cumplicidade e amor incondicional? Ela também precisava de mim. Ambos nos sentíamos incompletos longe um do outro. E durante todo o jantar, esqueci-te. Ela levou-me a outro ponto. Em breves segundos não duvidava da nossa paixão ou do nosso futuro, era ela que queria e era nela que eu me figuraria para sempre. Tu eras uma sombra atrás de mim. E quando me deitei na cama decidi finalmente. Iria magoar Allison, e ela não merecia. Então de uma maneira ou outra, sairias da minha cabeça. A bem ou a mal, terias de te transformar na sombra que desde o primeiro momento deverias ter sido. Irias ser névoa no meio de um feixe de luz. Terias de ser.

 
*
 

Os dias passavam e a quantidade de vezes que a minha mente me dizia para não te olhar no corredor, no pátio, no portão ou no bar eram infinitas. Mas não duvidava da genialidade do meu plano, pois não havia outra maneira de não preocupar Allison. Agarrava a sua mão com mais força quando passava por ti e logo fixava um outro ponto. Não me podias invadir de novo.

Duas semanas foi o tempo que bastou para te encontrar num acidente e não te conseguir desviar do meu olhar.

Saía da aula de Biologia quando te viraste para esse mesmo sítio de onde saía. Estava distraído, Allison olhava-me atrás de ti com um sorriso. Bati contra alguém mas não notei. Apenas uma névoa cor-de-rosa me chamou a atenção, quando te baixaste aflita. Segui o teu olhar e vi a câmara fotográfica caída no chão. E não me movi.

- Olá Bill. – Disseste sem me olhar, continuavas com as mãos no chão e a juntar a bateria à câmara.

- Olá – Disse secamente – Estraguei alguma coisa?

Subiste à altura do meu peito, por onde me davas e fixaste-me tristemente.

- Não…

Não sei como consegui não olhar para trás. Segui para Allison e agarrei-lhe a mão com tanta força que a levou a olhar para mim intrigada.

- Ela disse que não estragaste nada. Tem calma – Ela disse, enquanto me puxava a mão e a beijava.

E deixei-te ali. Não sei como, nem sei porquê.

Mas vi de novo a desilusão nos teus olhos. E duvidei da minha capacidade para aguentar ver a tua íris cinza e brilhante, desvanecida.

E todos os outros dias, agarrei-me à esperança de ver o desapontamento longe dos teus olhos e da tua expressão. Queria de novo um sorriso. Mas não o iria ter. Ia ser firme. Ia amar Allison. Ias ser a sombra. Sempre e inevitavelmente, a sombra.

 
 

 

 

 

I'm: writing ;D
Song: Phantom Rider *.*

publicado por Marii R. às 21:42

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Ritiik a 10 de Setembro de 2009 às 22:09
Olá!
Actualizada e... eles estiveram juntos uaaau *-*
E o Bill está parvinho x.x
Opaah mas tb tenho pena da Allison =.
Oh Mariana, isto é um jogo mental e emocional muito forte Ö
Maaais
Beijinho *


De ourfanfiction a 11 de Setembro de 2009 às 00:09
Marii meu amorii, lool, estive agora a ler a tua fic. Ausentei-me estas ferias e dai umas razzoes de so perceber agora que começaste uma fic nova! Peço desculpa por nao ter comentado os outros capitulos mas vou começar a comentar a partir de agora!
Eu sinto-me tao mal, Marii esta fic está tao simples, pura, linda, especial e faz me sentir diferente. Da maneira com o Bill olha para ela.
O vocabulario esta definitivamente...excelente! Tenho que te dar os meus sinceros parabens pela fic(SEI QUE AINDA NAO ACABOU,mas e como me sinto neste momento)
Estou a adorar a fic, a maneira como mostras o amor de Bill e Allison e especial e e invejável. Basta o simples toque dos beijos de Alisson nos de Bill que ele se sente completo. Eu adooro as tuas descrições Marii, eu sinceramente acho que devias ser escritora!
A Charlotte e interessante e deixa-me confusa tambem. A personagem dela cativa-me :D
Tu nao precisas de explicar tudo, isto é, quando eles dormem juntos tu nao explicas. é isso que gosto na tu aescrita, continua a ser tao especial mesmo que nao expliques como foi mesmo o momento! Posta mais Marii e estou a adorar.
espero mesmo que me desculpes, eu estive longe mesmo do computador estas ferias e foi por isso que nao li!
Obrigada por postares.
Grande beijinho

love you always, Anica


De Tommazinha a 11 de Setembro de 2009 às 00:24
Hallo!!!
Uau!!
Amei este capítulo, o meu preferido até agora ^^
O Bill não vai aguentar isto por muito mais tempo, ele está totelmente sobre pressão.
Veremos como tudo se vai desenrolar ;)
Escreve ++++++++++ e aquilo de postares dois capítulos no mesmo dia agrada-me =D, porque estou completamente viciada e só penso quando sai o próximo!!!!!

Bjão grande


De Ritaa a 11 de Setembro de 2009 às 03:02
*deixo já o aviso que eu não estou propriamente bem, por isso não sei o que virá deste comentário u.u*
Ele vai ficar com a Allison porquê?! =.
Eu quero-o com a Pinky! * cruza os braços e amua*
E ela está sem brilho nos olhos porque ele a ignora! :/
Está perfeito, as always.
Quero mais!


De Caroll a 11 de Setembro de 2009 às 12:32
Bem...
Após ler este capitulo ; Começar aos berros "NAO, NAO, NAO, NAO, NAO" consecutivas vezes ; e dizer que te amo muito, eu gostava de te pedir para TIRARES ESSA IDEIA COMPLETAMENTE DESCABIDA DA CABEÇA DO BILL!

ELE NAO PODE ESQUEÇER A CHARLOTTE, NAO PODE, NAO PODE, NAO POOOODE T_T

E eu sei que ele nao vai esquecer, ele está demasiado apaixonado para a esquecer.
E ela ficou assim por ele a andar a ignorar, nao é? Ela tambem gosta dele, e está magoada com ele por ele estar a ser TAO estupido para ela!

Oh Bill, tu estás a ser MUUUUUITO estupido, e se nao tiras essa ideia de merda da cabeça e espetas o beijo da vida dela à Charlotte, eu juro que amuo contigo!

Pronto ;D

Maaais *-*

Love u, always.


De Helena Manson a 11 de Setembro de 2009 às 13:06
Tadinho do Bill ;_;
Ele gosta da Allison e gosta da Charlotte ;_;
Estou a amar, omg *_____*

Posta mais depressa :D


De T'Girl a 11 de Setembro de 2009 às 13:37
OMG

o que é que se passa com o Bill?????????????????

ele tem razão ele e a Allison gostam muito um do outro

mas....

eu acho que ele nao vai aguentar estar longe da Charllote

está espectacular

posta mais por favor

beijinhos


De Maria a 11 de Setembro de 2009 às 16:59
Hi sweety! x)

Óhhh tenho pena que o Bill tenha decidido esquecer a Charlotte...eles ficariam tão bem juntos, mas a Allison também não merece sofrer.*
Mas de entre elas as duas prefiro a Charlotte. :D

Mesmo tentando esquecê-la, ele quer que ela esteja feliz...e eu penso que ela também sente algo por ele!

Posta mais, sim querida?
Beijinhos muito grandes, dear!
:D


De mariianna a 11 de Setembro de 2009 às 17:02
:O
Eu gosto da Ally mas agora, e a Pinky ? *eu sei que alguma tem que acabar por sofrer, mas mesmo assim não queria que nenhuma das duas se magoassem*

Postaaaa , quando puderes *mas rápido ^^*

Beijinhos


De Melancia a 13 de Setembro de 2009 às 21:01
Ola! Neste capitulo conseguimos perceber que o coselho do Tom está mais que evidenciado. O amor que partilha com Allison vence no seu ver esta pequena batalha, pois no fundo ele não a conhece mesmo. No entanto, ele proprio percebe que não esta em posicao de escolha pq simplesmente n lhe é concebido tal desejo. Mesmo assim ele optou por desviá-la do seu pensamento, mas em troca arrisca-se a sentir-lhe a dor. Ameiii o capitulo!

kuss


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online