Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Domingo, 6 de Setembro de 2009

7º Capítulo - Espera por Mim

Hey,

Então acho que já tenho as coisas resolvidas :) obrigada a quem disse alguma coisa sobre estes problemas.

Agora tenho de ir escrever. Porque tinha sempre 3 capítulos adiantados, mas como não tenho tido tempo pra escrever, coiso... este é o último que tenho =X


Beijinho,

Marii K.

 

Capítulo 7

Precisar
 
 
 

            Se somos feitos para viver, porque é que há coisas que se atravessam na nossa frente? Que não deixam seguir, que nos prendem. E que nos retiram partes do coração. Que nos retiram quem mais precisamos. E porquê? Pergunto se não fui eu mesmo durante todo aquele tempo. Porque posso ter sido outra pessoa. Porque agora sou novo. Porque sou teu, e não quero ser de mais ninguém.

            Deixa-me ser teu e de mais ninguém.
 
*
 
 

            Quando deu o toque não sabia o que ia acontecer. Lembrei-me apenas de que Allison não estava ali para mim, nem Jane. Ambas tinham ido a um concurso inter-escolas e ali ficava eu. Importei-me na altura…agora é razão para agradecer.

            Atravessei a porta e depois parei, imediatamente. Como se algo se tivesse atravessado na minha frente. Era uma cor que avistava no telhado da escola, uma cor brilhante e berrante. Não parava de me cintilar nos olhos. E o segundo impulso que tive foi decorrer todas as escadas até ao telhado, onde te encontrei de costas a avistar algo no pátio do Liceu.

            Foi talvez uma onda de medo que me percorreu o coração. Medo por ti…e talvez, egoisticamente, medo por mim. Porque possivelmente naquela altura, já sabia o quanto precisava de ti.

            - O que estás a fazer? – Perguntei a medo, enquanto me aproximava de ti.

            - Chiu!

            Percorri o teu corpo com os olhos. Uma saia vermelha até ao joelho e uma camisola preta rasgada no meio das costas. Nunca tinha reparado que usavas coisas assim…talvez estivesse demasiado preso aos teus olhos. Seria possível?

            - Charlotte! – Chamei, num sussurro.

            E vi outra vez a cinza. E tanto que dava para a ver de novo. Olhaste-me sem uma expressão a correr a tua face.

            - Como sabes o meu nome… Bill?

            E como o meu nome soava bem, vindo dos teus lábios. Soava diferente de todas as outras pessoas que já o tinham dito. E mais uma vez eu não sei porquê. Nem sei como são possíveis coisas assim. Que me espaçam, que me intervêm, que me curvam e me domam sobre ti. Como é possível tu existires assim…

            - E tu sabes o meu? – Consegui balbuciar quando me coloquei ao teu lado.

            - Toda a gente sabe o teu nome. Eu sou a Pinky ainda não ouviste?

            - Ouvi.

            - A tua namorada, não foi? – Perguntaste com um sorriso meio desvanecido.

            - Hum?!
            - A tua namorada.

            - O teu nome é Charlotte. – Disse. Nunca te trataria por uma alcunha.

            Quando consegui fixar a câmara na tua mão, estavas tu a sorrir para mim. Como sempre fazias. Misteriosa e alegre.

            - És esquisito sabes? Mais do que eu…

            Pegaste de volta na câmara fotográfica profissional e eu só ouvia os clicks e observava para onde o teu olhar se dirigia. Não percebia o que estavas a fazer, mas também não perguntei.

            - Estás a chamar-me esquisito a mim? Não sou eu que vim fotografar para o telhado…

            Continuaste na mesma posição, sem me olhar, sem sorrir. Apenas concentrada no que fazias. Mas ao mesmo tempo falavas comigo, como se eu não passasse de um velho amigo a quem estivesses habituada a ter por perto.

            - Diz-me Bill Kaulitz… Tens algum passatempo?

            - Bem eu… não sei.

            - Não sabes? Como não sabes? Toda a gente faz alguma coisa…

            - Gosto de cantar mas não sei se –

            - Então é esse o teu passatempo. – Concluís-te.

            Largaste depois a câmara e voltaste-te para mim. Mais uma vez a cinza brilhante que me encadeava e fazia esquecer todas as razões para estar ali. E foi sempre essa cor que me levou a ti.

            - Porque vieste cá a cima? – Perguntaste, curiosa. O cabelo cor-de-rosa a ondular fazia-me lembrar algodão doce e sempre foi essa caracterização que lhe dei, até aos dias de hoje.

            - Vi-te na beira do telhado e pensei que…

            Não continuei. Ao pé de ti, de repente todos aqueles pensamentos que me tinham impelido para o telhado pareciam ridículos. Tu não te ias magoar. Eras forte. Sempre foste e agora, mais uma vez tens de o ser.

- Ah! – Sorriste e andaste graciosamente até ao alçapão para descer para os pisos da escola. Ainda te voltaste para trás e me fixaste – Eu nunca me iria magoar. Só se fosse por alguém… o que não é caso, visto que não tenho ninguém.

- Ninguém?

- Tenho uma família. Daquelas grandes e que se completam. Daquelas todas perfeitas e tal... Onde cada um tem o seu papel e com jantares de família e coisas felizes. Tu não precisas de mais ninguém quando tens uma família assim…

Estavas tão certa como errada. Ambos precisávamos de aprender um com o outro. E quando desceste as escadas, quis, exactamente como agora… que esperasses por mim.

 
 

Song: Born to be wild - Adam Lambert *.*

publicado por Marii R. às 11:14

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Tommazinha a 6 de Setembro de 2009 às 12:05
Hallo!!!
Ai!!! Esta cena do telhado...
Estes dois ainda vão dar muito que falar.
Gostei da parte dos nomes =P está engraçada.
Estou a amar cada vez mais a tua fic *.*
Escreves tão bem Mariana!!
Escreve +++++++++

Bjão grande ;)


De Maria a 6 de Setembro de 2009 às 12:15
Hi sweety! x)

Fico contente por os teus problemas já estarem resolvidos! :D

Gosto imenso de quando eles estão juntos, as conversas deles são, não sei exactamente como explicar, mas são únicas... São ambos diferentes e isso completa-os...completam-se um ao outro!
Gostei realmente deste capítulo; desta Fan Fic...é diferente e isso faz-me com que esteja apaixonada por ela... :D

Quero mais, sim querida?
Beijocas muito grandes, dear!
:D


De ztiuak a 6 de Setembro de 2009 às 12:25
ainda bem que ja estas melhor!

adoro as conversas destes dois! posta mais !


De a 6 de Setembro de 2009 às 14:44
Hey ^^
O Bill está caidinho pela Charlotte ^^
Gosto das conversas deles :p
Quero mais :D
Beijinhos


De Helena Manson a 6 de Setembro de 2009 às 14:53
Omg, que lindo :3
O Bill gosta dela, lálálá *w*

Posta mais x)


De T'Girl a 6 de Setembro de 2009 às 16:29
as conversas deles sao tao lindas +.+

o Bill esta caidinho por ela e a Charllote também vai ficar caidinha por ele

posta mais por favor

beijinhos

p.s.: ainda bem que já resolveste os problemas fico contente por ti


De Caroll a 6 de Setembro de 2009 às 16:49
Amoor *www*

Aw, tou tao feliz de estares na net, nem imaginas, nao consigo parar de andar aos saltinhos xD

Na fic, estes dois ainda vao viver muito :S

Nao sei o que dizer, está totalmente fantástica, como estao sempre =)

Amo-te.


De Ritaa a 6 de Setembro de 2009 às 19:52
Isto está-se a tornar cada vez mais misterioso, e eu estou-me a viciar mesmo nesta fic! *.*
A família da Charlotte deve ser do tipo que não se preocupa com ninguém e só as aparências é que importam, não? :/
Quero mais. (:


De Joanne a 6 de Setembro de 2009 às 20:03
Ai, desculpa ter perdido 3 capítulos :s Bah, odeio ficar atasada, o odeio férias! xD
Bem, passando à frente. Eu nem sei o que dizer desta fic. É como se eu nao soubesse nada mas ao mesmo tempo soubesse tudo sobre eles, não sei, que coisa mais estranha! A rapariga realmente tem algo de estranho, é muito misteriosa ^^ Agora já gosto mais dela xD
Quero mais fic *---* Isto está lind, como tu já nos habituaste!
Beijinhos *


De mariianna a 6 de Setembro de 2009 às 22:49
Eu gostei mesmo deste capitulo *---*
Mas, e a Ally ? Eu também gostava dela.

Continua a escrever assim.

Beijinhos


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online