Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

32º Capítulo - Odeio-te a Ti

Hey,

Vá... não há 7. Mas os comentários derreteram! :)

Não prometo capítulo para amanhã, mas posso tentar.

 

Acabei o desenho do Bill *.* OMG. Ficou um bocado rasca, eu mostro quando voltar para casa xD.

 

P.S.: Alguém vai à concentração de dia 1 no PA? Eu vouu, como adm. da Union. Deviam ir! Siim? Quem for diga! ;)

 

Beijinho, 

Marii K.

 

 

Trinta e Dois
Odeio-te a Ti
 
 
 
Se o mundo fosse quadrado, cada um deles estaria num vértice. Longe, bem longe uns dos outros. A confusão de Bill, a junção de factos de Madeleine, o medo de Tom e a vergonha de Megan. Sentimentos que naquele momento não podiam ser juntos. E cada um iria partir numa direcção oposta. Menos uma relação, que iria permanecer, mesmo numa tempestade. E ninguém lhe dá o devido valor.
 Voltou-se e sentou-se de novo na cadeira. Olhou Bill nos olhos.
- Desculpa Bill…
Ele permaneceu calado, com a mão no queixo e os olhos vazios.
- Continua por favor – pediu Madeleine.
Ela olhou para Tom e este tomou onde Megan se tinha calado. Megan não entendeu o anseio de Madeleine, mas continuou, talvez ela tivesse razão e fosse melhor Bill saber tudo de uma vez.
- Passado uns dias, tomámos a nossa maior dose. E foi nessa altura que a Megan me pediu, que acabasse com tudo. Disse que sabia que a mãe ia ao hospital naquele dia fazer uma ecografia, e que eu tinha de fazer qualquer coisa naquela altura, que aquilo não podia continuar. Depois olhámos pela janela do meu quarto e vimos o homem estacionar o carro. E ela lembrou-se… - olhou os olhos de Madeleine, marejados de lágrimas e engoliu em seco, não conseguia continuar.
- Madeleine, estás bem? – Perguntou Megan, rouca quando notou a rapariga.
- Continua! – Disse ela severamente.
Megan assustou-se e olhou Tom, que lhe incitou com os olhos a continuar.
- Eu disse-lhe para cortar os travões. E ele foi fazê-lo, cortou-os comigo a ver da janela. Eu tinha a certeza que ele iria ter com a minha mãe ao hospital, e…foi. Mas primeiro foi buscá-la a casa e… aconteceu. Minutos depois ainda não estava lúcida. Mas apercebi-me do que fiz no primeiro instante que vi o carro arrancar para a rua da frente. Nem faço ideia como ele não notou antes mas… eu não sei o que dizer. Nem sei como viver nesta culpa e… opah Bill…
O rapaz não falava, estava atónito. E quando olhou para Madeleine, para pelo menos lhe agarrar na mão, viu a rapariga desaparecer num pranto, batendo com a porta atrás de si.
Megan confusa, olhou para Tom e este voltou-se para a janela, a sentir como nunca tinha sentido, a responsabilidade do delito.
- Bill?!
- Megan – A voz estava meio lânguida, de tanto estar calado – A Madeleine é filha do Lucas Harrison.
Saiu imediatamente do quarto e Megan ainda conseguiu ouvir um grito dele, chamando por Madeleine.
- Tu sabias não sabias? – Murmurou Megan, olhando a nuca de Tom, que não a conseguia encarar. – Tu sabias de quem ela era filha!
A voz elevava-se, e foi o suficiente para Tom ganhar finalmente coragem para a fitar.
- Megan, tu tens de perceber que eu não podia…
- Cala-te! Como é que tu deixaste isto acontecer?! Como deixaste que eu confessasse isto tudo em frente à miúda?! Tu tens cérebro? Tens um mínimo de censo? É impressionante Tom, impressionante! Como é que tu queres que eu –
Ele agarrou-a pelos ombros, e apertou-os com força observando os olhos magoados de Megan, encostou-a à parede e ela finalmente calou-se.
- Meg… Ela tinha de saber.
- Ela tinha de saber? E eu Tom? Eu não tinha?
Ele largou os ombros dela e nem tinha palavras para se explicar.
- Eu esperava que não fosse preciso…
- Mas era! Era bem preciso! Sai daqui Tom, sai!
- Meg…
Tocou-lhe ao de leve na face e ela esquivou-se empurrou-o para a porta e abriu-a bruscamente.
- Sai Tom, sai! Tu sabes como eu me sentia em relação a isto, sai daqui! Eu odeio-te!
Ambos pararam. Parecia que tinha tudo voltado ao início, e a culpa era dele. Agora iriam ser acusados, e tudo foi conduzido por ele.
- Megan, tu não podes odiar –
- Odeio – interrompeu ela – Odeio-te a Ti.
E fechou a porta num único movimento, deixando as lágrimas caírem e apenas serem secas pelo seu rubor. Deslocou-se no quarto e sentou-se na cama, onde os gritos de Tom já não eram ouvidos, já se encontravam longe.
Tudo tinha realmente voltado ao início, e nenhum deles tinha sentido a culpa tão acesa. A raiva, e o ódio.
 
O telemóvel de cada um deles tocou em uníssono em cima da mesa. Megan pegou no de Tom e abriu uma frecha da porta para o colocar de fora. Então viram a mensagem ao mesmo tempo.
 
Adoro-vos na mesma. Estou a tentar compreender.
Falamos amanhã.
Bill
 
Durante um momento conseguiram suspirar de alívio.
 
 
 
 
 

 

I'm: automatiquissima
Song: Automatic/sch para variar xD

publicado por Marii R. às 20:05

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Helena Manson a 21 de Agosto de 2009 às 20:41
O Bill já sabe, lálálá. E vai compreender, de certeza *-*
Mais *____________________*


De Helena Manson a 21 de Agosto de 2009 às 20:41
Ps: Primeira ;)


De Tommazinha a 21 de Agosto de 2009 às 21:07
Hallo!!!

Nem sei que dizer. Estes dois últimos capítulo foram tão intensos que nem há palavras para os descrever. Agora sim tudo bate certo, o facto do Tom e a Megan se terem odiado tanto, o segredo à volta daquele cemitério, as reacções da Madeleine, o segredo do Tom...
Não queria que as coisas acabassem assim. Tal como disseste no capítulo, tudo voltou ao início. O ódio que há entre eles voltou =(
I'm so sad!!!!!!!
Escreve ++++++++++++++++ e tenta postar amanha, sim Mariana? Vá lá não podes deixar a fic assim...

Bjão grande ;)


De Joanne a 21 de Agosto de 2009 às 21:46
Então é isso, eles mataram a mãe da Megan e o amante dela, o pai da Madeleine ;_; Eles drogavam-se mesmo =O
Opah, eu quase chorei com esta parte final em que eles dicutiram, ela voltou a dizer que o odiava, como no principio ;_; Fiquei com um apertozinho no coração. Eu não quero que eles sejam presos... Ai esta espera, este desespero dá cabo de mim (no om sentido) xD Isto dava um filme (ou uma série!) para óscar de certeza.
Espero que haj capítulo amanhã ^^
Beijinho


De Ritiik a 21 de Agosto de 2009 às 22:13
Estou a fazer o comentario pela segunda vez -.-'
Eu secalhar vou dia 1 ao P.A. com uma amiga minha, mas ainda nao sei porque o meu irmao faz anos nesse dia -.-'
E quanto à fic : Eles nao podem ficar chateados!
E o Bill... coitadinho dele :|
Opaah, quero mais!!
beijinho *


De SoniaKaulitz a 21 de Agosto de 2009 às 23:54
OMg ....isto ta taum coise, nem tenho palavras pa isto pah!
Entao foram eles que provocaram o acidente , mas nao keriam matar a mae dela , so o pai da Madeleine, eles nao faziam ideia que ele iria buscar a mae da Megan antes .
Como é que eles foram capazes de fazer uma coisa horrivel destas.....inda por cima agora estao de costas voltadas um com o outro...Omg mesmo triste dramatico, sei la.
E agora, como vai ser eles vao ser acusados, é que n acredito que a Madeleine fique de boca fechada, a nao ser que o Bill lhe dê a volta, mas é uma coisa muito seria para ela nao os denunciar.
i pah tu posta-me amanha, porque eu tou a delirar cm isto, esta apanhou-me de surpresa, é que tipo, eu sabia que eles tinham feito alguma coisa grave mas asssssim tao grave nein, ja pensaste em escrever um filme? olha que geito nao te falta


De Anne a 22 de Agosto de 2009 às 04:24
Não acredito que começou tudo de novo mas mesmo assim gostei do capitulooo
p


De Maria a 22 de Agosto de 2009 às 13:36
Hi sweety! x)

No meio disto tudo ao menos o Bill compreendeu e acho que eles vão poder contar com o apoio dele..
Agora o grande problema é a Madeleine, é bem provável que ela vá contar tudo à Polícia e aí a vida de Tom e Meg fica estargada!

Em relação à reacção de Meg, acho que foi injusta com o Tom...ele não lhe contou sobre a Madeleine, mas não foi por mal! E em vez de dizer que o odeia, devia era estar do lado dele mais do que nunca!
Pois foi ela que lhe pediu para cortar os travões do carro e ele por a amar fez! Penso que aqui a culpa maioritariamente não é do Tom...se Meg nunca lhe tivesse pedido aquilo, ele nunca o teria feito!
E se Madeleine contar à polícia quem fica mais prejudicado, penso que é o Tom!

Ficarei à espera do próximo capítulo, querida! [posta rapidinho, sim?? :D]

E quero ver o desenho do Bill, de certeza que está perfeito! :P

Beijocas muito grandes, dear!
:D


De a 22 de Agosto de 2009 às 14:00
Hey :)
Acho que o Tom podia-lhe ter dito que ele já sabia quem era a Madeleine =/
Pelo menos o Bill não os censurou :)
Quero maiiiis :DD
Beijinhos


De Melancia a 22 de Agosto de 2009 às 16:35
"Se o mundo fosse quadrado, cada um deles estaria num vértice. Longe, bem longe uns dos outros. A confusão de Bill, a junção de factos de Madeleine, o medo de Tom e a vergonha de Megan. Sentimentos que naquele momento não podiam ser juntos. E cada um iria partir numa direcção oposta. Menos uma relação, que iria permanecer, mesmo numa tempestade. E ninguém lhe dá o devido valor."

Oh meu deus! Este excerto esta LINDO! Esta unico, o modo como o estruturaste, mein gott. Tem tudo a ver com a fic, com as personagens, encaixa na perfeicao! Penso que este pequeno paragrafo revela a essencia da fic. Estas de parabens!! Li tres, quatro vezes porque sem o capitulo ou mesmo a hsitoria n faria sentido sem o mesmo. Penso que completaste a fic so atraves destas palavras :)

Ai, a Megan ficou mesmo chateada com o Tom. A reaccao dela é mais que compreensiva, mas a dele tb o é. Alias penso que a atitude do Tom foi repleta de realismo! Ele mostrou ser bastante humano ao deixar a Madeleine ouvir, n ia cometer o mesmo erro, e esconder aquilo que tanto o tortura e mesmo a ela. A Madeleine merecia descobrir o pq do pai ter desaparecido de um dia para o outro. E a iseguranca do Tom tornou-se obvia, quando a Megan reagiu como reagiu. Sentiu-se traida e de certo modo, sentiu um pingo de repugnancia consigo mesma, pois o Tom lembrou-a aquilo que fizera. O arrependimento aprofundou-se pois n foi egoista so com aqueles que pensava ter sido! Continua :D

ps - quero ver o desenho!!!

kuss



Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online