Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Sábado, 15 de Agosto de 2009

28º Capítulo - Odeio-te a Ti

Hey,

Uns fantásticos 5 comentários, enfim...

Sem comentários também.

 

Marii K.

 

 

Vinte e Oito
Planos
 
 
 
Já passavam das três da manhã quando pressionou a tecla vermelha do telemóvel, dando fim à conversa com Megan.
Ela não suspeitava de nada. E ele realmente nada tinha a recear, ela tinha a cabeça ocupada com outras coisas, com tanta culpa e ódio dentro de si que nunca iria suspeitar quem aquela rapariga era. Mas iria vê-la, correcto? Iria ouvir as conversas de Madeleine, iria associar tudo.
Tom bem conhecia Megan, e sabia que de estúpida ela nada tinha. Sempre de um raciocínio brilhante, na primeira conversa, em que Madeleine mencionasse a morte do pai, ou mesmo quando ela referisse timidamente o seu apelido, Megan iria relacionar, e ter um colapso ainda maior que o de Tom.
Que poderia então fazer? Quando contar seria uma ameaça à sua segurança e ainda mais importante, à de Megan. Agora sim, tinham a idade correcta para ficar longos anos em completo isolamento e agonia numa prisão. E por mais que Tom soubesse da força e determinação de sobrevivência de Megan, não podia deixar isso acontecer. E egoisticamente, não podia viver sem ela. Pois sabia que o mínimo segundo longe do cheiro doce do seu cabelo, dos olhos provocadores e de um espírito tão complicado…era uma tortura. Era algo que não sentira ao longo destes anos, pois pelo menos ainda lhe restava um breve vislumbre dos seus movimentos. Mas quando a tinha nos seus braços, e mesmo agora, tão longe dela, mas sentindo o seu corpo; sabia que não a podia deixar ir. Ele tinha de ser dela para sempre, tal como ele teria de a sentir sempre fresca na sua mente. Sim, era egoísta ao ponto de não abdicar do seu amor pela justiça. Porque afinal foi o amor que os levou a fazer aquilo… ou o ódio?
E com tantos pensamentos contraditórios, só adormeceu ao nascer do sol, exausto e com uma decisão plenamente realizada na sua mente. Estava tudo planeado, o problema seria pô-la em prática, mas afinal… quem duvida do poder de uma paixão?
 
Quando desceu as escadas, olhou para o relógio da entrada que marcavam as duas horas da tarde. E sem pensar por um segundo, retirou o telemóvel do bolso e marcou o número de Megan.
- Pensava que íamos ao rio! – Murmurou ela, logo que atendeu.
- E vamos, eu só me atrasei… vem antes tu cá ter, ok? Eu vou só comer qualquer coisa
- Tudo bem… até já
Ele podia ouvir na voz dela, que já se encontrava na rua, e iria entrar num segundo para o carro. Sorria, com certeza, enquanto empurrava o cabelo para trás. Como ele a imaginava, era tal como se estivesse naquele momento na sua frente.
- Amo-te Meg – ainda disse ele, ansioso.
- E eu a ti Tommy – agora a voz era tão carinhosa, ele conhecia então as pequenas covas que as suas bochechas formavam.  
Sorriu ele também, deliciado pela maneira de como tudo o que ela fazia era seu, e seria, para sempre.
 
Estendidos ao sol, e a ouvir a breve respiração de cada um. Estavam pela primeira das vezes, nervosos.
E que razões os podiam motivar? Não havia tabus, não havia intimidades que não tivessem experimentado, não havia estados de espírito ou qualquer problema recente. Eram os mesmos de sempre, mas com a culpa de um deles a acrescer, e Megan, sentia tudo isso à distância.
Ergueu o tronco e colocou a cabeça na barriga de abdominais delineados de Tom, fazendo círculos nervosos com o dedo.
- Estás bem? – Perguntou ele, pousando a mão no seu cabelo de caracóis molhadas.
Ela engoliu em seco, voltou a cabeça para ele, e antes de o olhar nos olhos, pensou duas vezes na acusação que ia fazer, pois talvez fosse completamente descabida.
- Estavas a falar a sério, no bar?
- No bar? – Ele ergueu também o tronco e Megan moveu-se de maneira a ficar com a cabeça no colo dele, sempre olhando a sua expressão com atenção, para não descurar qualquer sentimento.
- Sobre nós os dois, de irmos para algum lado…sozinhos
O seu coração congelou. Saberia ela realmente a verdade de Madeleine, e não a queria revelar tal como ele? Estaria a arquitectar o mesmo arriscado plano, ou seria apenas as tais coincidências que se faziam sentir quando se tem um maior peso na consciência. De qualquer das formas, era uma boa oportunidade para lançar uma pontinha do seu plano, mesmo sem ela o compreender.
- Estava. – E viu brevemente, os olhos de Megan, brilharem de apreensão.
- Então… porquê?
- O que te leva a pensar nisso outra vez? Da última achaste tão descabido
- As coisas não estão bem… O meu pai, nós não… - olhou os dedos das mãos e aclarou a garganta, nervosa – as coisas não estão bem, como costume.
- Ah…
Estava novamente calmo, afinal ela pensara naquilo com a maior das inocências, e era isso que o tranquilizava, pelo menos por breves momentos, até os telemóveis apitarem em uníssono, um toque de uma mensagem.
 
Caso Thompson/ Harrison reaberto. Memórias?
Beijos, a vossa Ginger.
 
Ambos engoliram em seco, e o plano inocente de Megan, e o coerente de Tom. Juntaram-se perfeitos na mente de cada um.
Culpa, cobardia, coragem. E ódio, o ódio que renascia.
 
 
 
 
 

 


publicado por Marii R. às 17:59

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De a 15 de Agosto de 2009 às 20:46
Hey :)
Gostei tanto deste capitulo *---*
A Ginger sabe o que eles os dois fizeram?
Quero mais :D
Beijinhos


De Maria a 16 de Agosto de 2009 às 12:57
Hi sweety! x)

A vida deles está cada vez a complicar-se mais... e agora que o caso foi reaberto, vai ficar ainda mais complicado!
Eles têm mesmo que fugir dali para longe, têm que escapar, não podem parar à prisão!

Está fantástica a Fan Fic, querida...e eu quero mais, sim??
Beijocas muito grandes!
:D


De Tommazinha a 16 de Agosto de 2009 às 13:38
Hallo!!!
Bem, nem sei que diga!
Esta mensagem da Ginger...afinal, ela também sabe o que eles fizeram, só eu é que não sei xD
Gosto tanto da cumplicidade do Tom e da Megan!!!!!!!!!!!! (sorry, isto foi um à parte =P)
Escreve +++++++++

Bjão grande ;)


De SoniaKaulitz a 16 de Agosto de 2009 às 18:46
Opah eu amei este capitulo.....so estou a comentar agora pke so tenho net no tlm e lá para mal dos meus enormes pecados n da para comentar...portanto leio e assim k vejo um pc a minha frente cm net e sem ninguem la vou eu comentar as fics.....
Eu sei que isto pareçe coisa de doida mas sim é o que eu faço LOOL.
Portanto gostei bastante deste capitulo mas mais uma vez agente chega ao fim e diz: mas ja ta!
Posta mais ok....e quento a quantidade de comentarios n te rales sao poucos mas bons=)
kuss e n te esqueças posta RAPIDO


De Helena Manson a 16 de Agosto de 2009 às 22:32
Hey ^^.
Desculpa não ter comentado no outro post, mas já me actualizei.. (:
Omg, a Ginger sabe o que eles fizeram? :O
Quero mais +.+


De Melancia a 22 de Agosto de 2009 às 16:08
Olaa outra vez :D

Este capitulo descreve exactamente aquilo que eu estava a querer dizer acerca da personagem do Tom. Ele, penso eu, é a personagem que mostra ser mais forte, mas no fundo é a mais fragil. Ele tenta transmitir certas emocoes a Megan, que ele proprio necessita. Ele esta divido entre a culpa e a inseguranca, e isso torna-o bastante especial, pois revela que a forca do sentimento é suficiente para ele agir como tal, o sentimento é verdadeiro. O facto de ele temer que a Megan fuja dos seus bracos demonstra que as accoes dele sao de caracter inocente, pois ele apenas age assim para os proteger.
Ai, e o modo como terminaste o capitulo Marii! Estou com medo lol

kuss


De tokiohotelfics_<3 a 21 de Julho de 2010 às 10:35
OMGGGG .. !!

O que será que vão fazer ?? O.o

" As coisas não estão bem… O meu pai, nós não… - olhou os dedos das mãos e aclarou a garganta, nervosa – as coisas não estão bem, como costume." ?? :SS

"Caso Thompson/ Harrison reaberto. Memórias?
Beijos, a vossa Ginger." ?? O.o

WTF .. reaberto ?? O.o

OMGGG .. e agr ?? O.o

Próximo !! ^^

Bjs


De tokiohotelfics_<3 a 21 de Julho de 2010 às 10:35
OMGGGG .. !!

O que será que vão fazer ?? O.o

" As coisas não estão bem… O meu pai, nós não… - olhou os dedos das mãos e aclarou a garganta, nervosa – as coisas não estão bem, como costume." ?? :SS

"Caso Thompson/ Harrison reaberto. Memórias?
Beijos, a vossa Ginger." ?? O.o

WTF .. reaberto ?? O.o

OMGGG .. e agr ?? O.o

Próximo !! ^^

Bjs


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online