Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Sábado, 23 de Maio de 2009

12º Capítulo - Aliados de Sangue

Hey =)

 

Estive desaparecida, sim...mas os comentários também não foram muitos, por isso..também não devem ter assim tanto interesse.

A fic vai ter muito menos capítulos do que esperava, pensei numa nova fic, (outra) estou mesmo entusiasmada, e se meter muitos capítulos nesta, vai tornar-se aborrecido, pensem nela como uma mini-fic então.

 

Estou no algarve, mas agora tenho a netsapo...

Gosto deste capítul, apesar de triste e tive a ideia por causa principalmente desta música...so here it is.

 

Beijinho@

 

Marii K.

 

 

12º Capítulo
 
           
            - Sabes dizer alguma coisa em francês? – Perguntou ela, curiosa, após uns momentos de silêncio.
            - Voulez vous cocher avec moi, ce soir? – Entoou ele a canção, sorridente.
            - Engraçadinho. – Sorriu ela, beijando-o.
No final daquele beijo perfeito, ela sentiu-se segura. Olhou-o firmemente e adivinhou o tal momento da paixão. A mão de Tom percorreu-lhe a face e beijou-lhe delicadamente a clavícula que despia. Rose deixou o instinto fugir e agarrou o uniforme de Tom, deixando-o cair gradualmente, beijou-lhe cada pedaço de peito, descendo depois para a barriga e parando nas calças para as desapertar.
            Tom rodou sobre ela e retirou-lhe todo o uniforme, eles sabiam melhor do que ninguém, retirar toda aquela complicada farda. Deixou que o cheiro do cabelo de Rose se prendesse ao seu nariz e baixou ele próprio as suas calças. Beijou-lhe os lábios novamente, com leveza, paixão. Pegou na sua mão e colocou-a sobre o seu coração, para que Rose conseguisse entender um pouco daquela loucura. Ambos sorriram e deixaram que a noite se abatesse sobre os seus movimentos lentos e perfeitos, dignos de uma dança de fugacidade e amor.
            A lua não podia estar mais alta, não podia denunciar mais, aquele sentimento que se fazia sentir no ar. Um sentimento tão difícil de encontrar numa guerra acesa, mas que eles sabiam ser possível.
 
 
            - Sabes que o correcto é isto, não sabes? – Perguntou a sua voz seca.
            Ela apenas gemeu, fechou os olhos com mais força, mas sabia isso ser inútil. Estava cega.
            - Deixa-me ir… - implorou.
            - Isso não é correcto, tens de obedecer às regras… - era uma voz de ironia, sabia ser-se perigosa.
            - Quem és tu?! – Perguntou com o nojo latente na voz.
            - Oh, conheces-me tão, tão bem Rose.
            Sentiu então um corpo junto a si, já podia sentir a respiração, já podia sentir o medo, já podia sentir o seu cheiro inconfundível.
            - Porquê? – Murmurou.
            - Porque é assim que tem de ser, somos inimigos… tu própria o disseste.
           
            Um barulho sobressaltou o seu sonho profundo, e ao olhar para o lado, envolveu o braço em volta de Tom e beijou-lhe o ombro.
            - Acorda Tom…
            Os olhos do Capitão abriram gradualmente e pareciam quase sorrir para a sua amada.
            - Bom dia…
            Rose levantou-se rapidamente e vestiu a farda, não deixando obstante o sorriso nos seus lábios.
            - O que se passa? – Perguntou ele perante a rapidez da rapariga.
            - Umas complicações, ouvi um barulho, mas não deve ser nada demais, só os recrutas com infantilidades. Já volto, ok?
            - Ok.
            Levantou o tronco despido e beijou-a levemente. Ela virou costas depois e dirigiu-se à porta. Mal sabia ela, que quando a abrisse, se iria preparar para um catástrofe tal, que se iria arrepender de todas as dúvidas quanto a Tom.
            Tudo se passava em câmara lenta, a porta abriu-se para deixar entrar o fumo dos canhões, os barulhos bruscos das armas, os gritos de horror e vitória. O sangue prendia o seu olhar em cada canto, e foi neste momento, que ao não saber reagir, Rose se sentiu menos Tenente e responsável do que nunca. Sim, tinham sido atacados.
            Ao ouvir gritos alemães, o corpo de Tom que se vestia calmamente, congelou, olhou os olhos de puro terror de Rose. Correu para ela, mas era tarde de mais.
            - Capitão Kaulitz! Finalmente o encontramos!
            O soldado que levava Rose nos braços grunhia-lhe palavras rudes, que ele sabia que Rose não ia entender…
            - O que é que… ela…porque não? – As palavras mais simples não lhe saiam. Via-a quase arrastada, mas ela não gritava, o medo era apenas transparecido agora, pelos seus olhos baços.
            - Foi ela que o capturou, agora irá sofrer da mesma maneira. – A voz do General Yon, soava agora tão rígida como nunca a tinha ouvido, ou mesmo sentido.
            O Capitão Tom Kaulitz correu então, para a actual prisioneira, agarrou-lhe no braço e sussurrou-lhe:
            - Avec moi, ce soir.
            Rose foi mais uma vez afastada, deixando para trás toda aquela perfeição que tinha sentido, ou será que a levava no coração?
                       
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O que está a itálico é o sonho da Rose. *


publicado por Marii R. às 18:27

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Ritiik a 23 de Maio de 2009 às 18:58
Hey! OMT Ö
Ist é tao empolgante q me deixa K.O ==.
POSTA MAAAIS
Pleasee *g*
Beijinho *


De Ritiik a 23 de Maio de 2009 às 18:59
Primeira lalalala


De a 23 de Maio de 2009 às 19:49
Ola!
*___*
Esta fic está perfeita, mesmo!! Eles têm momentos tão únicos e perfeitos! =D
Quero mais, sinhe? ^^
Beijinhos


De Tommazinha a 23 de Maio de 2009 às 21:38
Ohhhh!!!

E agora? A rose foi apanhada :S diz.me q ele a vai ajudar...agora q eles estavam mais apaixonados q nca acontece isto...tem q acontecer sempre alguma coisa para estragar o momento, q raiva!!!!

Quero +++++++ esta fic ta cada vez mais viciante

Küsssss


De Caroll a 24 de Maio de 2009 às 01:26
Amor =')

Gott, tenho tantas saudades tuas ='X
Odeio começar os comentários todos com as mesmas palavras, mas é tao dificil de as conter ='(

Porqe é que tudo isto parece de propósito?
Baaah, eu um dia cometo uma loucura tao grande que fujo de casa e vou ter contigo --'

Nao te preocupes, que em principio nao o faço xD

Mas, carago à sempre qualquer coisa a impedir ><'

Vou parar com a conversa de cha cha --'

OMFG!
O QUE RAIO SE PASSOU ALI EM CIMA?

Oh Mariana, tu nao me ponhas isto triste men's
--'

A sério, se isto fica triste eu também fico, e depois vai dar merda --'

Mais sim amor? (aaa)

Amo-te tanto =')


De .AKaulitz a 24 de Maio de 2009 às 02:02
omg, isto é perfeito! ** Embora chegue a sentir uns certos ciúmes dela . E sei que é tudo inventado! Mas mesmo assim..
ahah, e íamos ficar com uma rasta do Tom para recordação , né? :D

Ai ai, perfeito demais para ser real!
Posta mais!


De Mary17 a 24 de Maio de 2009 às 21:24
Capitulo empolgante! =)

Sim, estou definitivamente de volta.. ja me actualizei nos ultimos capitulos e amanha quero mais outro. Uma pessoa que lê 3 capitulos seguidos agora precisa de outro...rapidamente =)


***


De Melancia a 24 de Maio de 2009 às 21:27
Oh meu deus, AMEI! O capitulo esta LINDOOOOOO!
A intensidade do capitulo e visível em cada pedaço do mesmo, na forma como descreveste cada momento, cada sentimento...e o amor deles e característico de tanta pureza, mein gott! Evidenciaste todos esses aspectos de um modo tão único! Não sei como o fazes marii, mas obrigada! Fico sempre muito sensível no que diz respeito a este tipo de temas como a guerra, involuntariamente começo a reflectir sobre assuntos relacionados com esse tema e uma tristeza enorme cresce dentro de mim! Nao quero dizer que es a causa desse sentimento, mas quero antes agradecer por provocares esse efeito quando leio uma fic tua, pois obriga me a ser uma melhor pessoa! AMEI

kuss


De Joanne a 25 de Maio de 2009 às 00:07
Este capitulo foi o melhor de todos para mim. A cena em que eles se entregaram, OMG, como é que consegues escrever aquelas coisas, com tanto amor?! Está LINDOOO.
Agora a ose foi capturada, fiquei triste :SS
Quase que chorava só de imaginar a cena.

Posta mais, por favoor, postaa.
Beijinhos


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online