Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

3º Capítulo - Aliados de Sangue

Hey=)

 

Este capítulo é bem grande, espero que estejam a gostar. Pelos menos os comentários mostram isso. Obrigada^^

 

Mudei a música outra vez, ando-me a fartar das coisas muito facilmente.

 

Ando a fazer um vídeo do Bill, porque vi que no Youtube um dos que fiz sobre o Tom está a ganhar fama^^ -> é este.

 

Beijinho, até amanha

 

Marii K

 

 

3º Capítulo
 
 
            Não era a primeira pessoa a quem ela tinha terminado a vida. Inspirou, mas logo se engasgou com o cheiro a sangue que predominava naquele grande hall. Uma divisão que costumava radiar alegria, lágrimas de felicidade ao reaver os velhos amigos, família, amores eternos. Não era a situação. Tudo se reunia ali por razões de força maior, que ninguém jamais poderia controlar.
            A verdade da guerra nunca fora difícil de crer para Rose. O seu pai havia sido militar, assim como o seu avô, o seu bisavô, o seu tetravô que tinha estado presente na 2ª Guerra Mundial. Todos esses familiares pareciam reunir a força de combate nela.    
            Apenas uma lágrima tinha escorrido por aquela limpa face. Esse único acontecimento deu-se no dia da morte do seu avô. Tinha 12 anos, e nunca mais o líquido salgado tinha tombado dos seus olhos desde então. Agora era madura, sabia que os únicos líquidos autorizados a sair de si era suor. Não sangue, não lágrimas. Isso é para os fracos.
            No momento em que viu um dedo esguio e mover-se de modo a formar um punho cerrado na mão do suposto turista, pensou se tudo iria mudar. Seria aquele momento, ou os próximos, que os instintos do doce coração de Rose iriam despertar?
            Olhou o turista abatido. Relembrou o nome. Timmy Kaulitz. Abriu a mala e retirou alguns pertences sem cuidado, espalhou-os pelo chão, despreocupada.
            Era a única que não lutava, ouvia gritos, tiros, bombardeamentos. Mas estava à parte disso. Sentiu o homem mexer-se à sua frente, olhou-o mais uma vez.
            - Não és nenhum turista pois não? – Perguntou secamente.
            - Sou. – Respondeu fraco, agarrando a perna.
            - Hum…
            Olhou a mala de novo, revolveu tudo, até encontrar a meia mais velha que se podia ver. Sentiu o peso nela e retirou a medalha dourada que lá se encontrava.
 
            Mérito – Capitão Tom Kaulitz
 
            - Turista Capitão Tom Kaulitz. – Entoou falsamente. – A mim soa-me distinto, não acha?
            Lançou a mala para longe e levantou-se do chão observando a ferida aberta na perna do Capitão. Olhou para todos os lados, e conseguiu avistar a porta de saída. Via alguns soldados escaparem. Isso não a preocupou. Tinha o Capitão!
            - Ora vamos lá!
            Agarrou no corpo pesado do inimigo e arrastou-o às suas costas até ao jipe do exército.
            - Tenente Mildred, é um dos nossos?
            - Claro que não. Inimigo, Capitão. É crucial na operação deles, vamos levá-lo como prisioneiro.
            - Porque não acaba já? – Era um jovem ainda com marcas da puberdade.
            Rose chocou contra ele e colocou o corpo no jipe, colocou-lhe uma corda em volta dos pulsos.
            Voltou para dirigir umas palavras de desagrado ao recruta.
            - Recruta?
            - Jagen.
            - Anotarei o seu nome, com grande distinção de planos Jagen. É obvio que não o matei para o interrogar. Tem mais questões oportunas para colocar?
            - Não Tenente Mildred.
            Ela voltou-lhe as costas e entrou para o jipe.
            - Arranquem.
 
            Essa foi a única palavra que Tom ouviu, até acordar num ambiente sujo e negro. Não conseguia ver nada com distinção. Pelo menos até aos seus olhos se ajustarem á luz, e conseguirem vislumbrar um cabelo cor de chocolate solto pelas costas duma farda militar. Algo deveras invulgar para ele.
            Aclarou a garganta, sobressaltando a rapariga à sua frente, que se virou para o observar.
            O seu rosto… ele não conseguia definir, estava na sombra, apenas o cabelo reluzia e os seus olhos brilhavam de uma maneira sinistra.
            - Podes andar com o cabelo solto? – Perguntou com a voz rouca.
            Aclarou a garganta de novo e esperou que a rapariga respondesse, ou pelo menos desse um sinal de que o estava realmente a ouvir.
            - Capitão Tom Kaulitz. Sabe que… a guerra já começou. Vir para território inimigo é algo despropositado?
            Estavam os dois em silêncio. Tom sorria, e Rose conseguia ver isso perfeitamente. No entanto, a face dura de Rose era desconhecida para Tom. Ela estava na sombra, afastando-se do misterioso Capitão. Do qual tinha, por razões completamente descabidas para ela, cuidado a perna. Era agora uma ferida limpa, um trabalho digno de recruta para recruta.
            Ela irou-se com a falta de resposta, saiu da sombra e colocou as mãos de cada lado da cadeira de Tom, inspirando o seu cheiro imundo misturado com a água oxigenada e desinfectantes.
            - Pode fazer o favor de responder à minha pergunta?!
            - Não respondeste à minha.
            Afastou a face da de Rose, para a poder olhar. Os olhos verdes predominavam numa face dura, mas no entanto com traços femininos e delicados. Reparou em cada sarda, e viajou até aos lábios carnudos, de cor simples e escura, e voltou aos cativantes olhos. Sorriu.
            - Podes andar de cabelo solto? – Repetiu.
            A mão de Rose voou e embateu com força na face de Tom.
            Ele não esperava tanta força. Sentiu a face ardente e voltou a olhá-la nos olhos.
            - Timmy Kaulitz? – Perguntou.
            - Nome falso como já deves ter percebido… - deixou a frase inacabada, procurando o seu nome na farda.
            - Tenente Rose Mildred. – Completou ela.
            - Uhh… - Ironizou, fitando o verde brilhante nos olhos de Rose.
I'm: recovering
Song: Fix you - ColdPlay

publicado por Marii R. às 20:15

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Maria a 10 de Abril de 2009 às 21:09
Hallo querida! ^^

Estive a ver o vídeo e até chorei de o ver! Está simplesmente fantástico e mal posso esperar por ver o vídeo que fizeres do Bill! xD

Em relação à Fan Fic...Era mesmo o Tom que estava disfarçado de Timmy Kaulitz...a Rose é mesmo bruta! Atingiu o Tom na perna, mas ao menos agora está melhor, cuidaram dele...e ainda mandou-lhe uma bofetada...coitado do Tom...! O que ele sofre!

A Fan Fic está a ser mesmo magnífica!

Ficarei à espera do próximo capítulo!
Kiss muito grande, querida!
^^


De Flipa a 10 de Abril de 2009 às 21:37
Capitulo mt giro...


De nesa a 10 de Abril de 2009 às 23:44
Olá ^^

A Rose é um pouco má e rude!

Coitado do Tom, já levou com um tiro na perna e com uma bofetada na cara...tudo dado pela Rose...=\

Mas ele está a ser "atrevido" com ela xD
(atrevido não é a palavra certa, mas não me lembro de mais nenhuma --')

Mais,sim?

Beijinhos


De Joanne a 10 de Abril de 2009 às 23:54
Olaa ^^
Eu ja tinha visto o video mas nao fazia a minima que tinhas sido tu a faze-lo. Está mesmo lindo, quase chorei :$$
Agora quanto é fic... Era mesmo o Tom! =O Coitadinho, começa bem xD
A Rose é má, mas o Tom dá conta do recado.
Estou a amar, mal começou e eu ja me vejo dependente desta fic! Acho a fic diferente, consegues ter sempre ideias diferentes das que se vê por aí ... ^^

Quero mais!
Beijinho


De .AKaulitz a 11 de Abril de 2009 às 00:56
Estou a amar a nova fic, Mariana. Parabéns! Acho que é um pouco diferente de todas as outras, e a tua maneira de escrever é fascinante. Eu adoro e não devo ser a única :)

Continua.
És uma rapariga talentosa :)

Toooooommmmmmm *-*


De Tommazinha a 11 de Abril de 2009 às 11:39
Tadinho d Tom, a Rose ta a ser mt dura cm ele...mais um bocado e ela n vai conseguir resistir aos encantos do menino Tom =P

Gosto imenso d modo cm descreves cada personagem, tens um vocabulario... :-O
Acredita q ja ganhaste aqui uma grande fan, tu tens um talento...

Bjao enorme e continua pq tou a amar^^


De Tommazinha a 11 de Abril de 2009 às 11:42
Esqueçi.me d promenor d video =P
Ja o tinha visto e amei msm eu chorei n teu video, ta LINDOOOOOO *.*


De Mary17 a 11 de Abril de 2009 às 12:17
capitulo grande, quero mais assim xD


***


De a 11 de Abril de 2009 às 12:24
Olááá

Ah, então o Timmy era o Tom ^_^
Amei este capitulo :D
Espero que já estejas melhor ;)
Beijinhos@


De ourfanfiction a 11 de Abril de 2009 às 16:31
Mais um capítulo lindo. Como e que consegues , Marii?
Não estou a dizer que nao consegues, mas é impossivel..isto está perfeito! O vocabulario que usas mantem-nos naquele clima de guerra, sangue,"tisteza", conflto! Tenho que te dar os meus sinceros Parabens!
Quando a este capitulo..adorei tudo! Era mesmo o Tom! Coitado!
E a tenente Rose é um bocado rude! No entanto acho que carazterizaste muto bem a personagem della. Com esta frase, eu morri, literalmnte,lool:
"Apenas uma lágrima tinha escorrido por aquela limpa face. Esse único acontecimento deu-se no dia da morte do seu avô. Tinha 12 anos, e nunca mais o líquido salgado tinha tombado dos seus olhos desde então. Agora era madura, sabia que os únicos líquidos autorizados a sair de si era suor. Não sangue, não lágrimas. Isso é para os fracos."PERFEITO!
Preciso de mais, por favor! Já estou viciada na fic!
QUERO MAIS!

LOVE YOU MEIN MARII!

Anica


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online