Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

21º Capítulo - Talvez no Futuro

Hey=)

Bem, andei outra vez desaparecida, mas agora como é férias, estou totalmente dedicada a vocês=).

Como existiram pessoas que gostaram da minha análise de semana, vou faze-la outra vez xD

 

Terça-feira: postei xD

Quarta-feira: Foi a caminhada da escola, ou seja... andei 20 quilómetros no meio de eucaliptais ou lá o que aquilo era. Como a Joana diz: Estamos aqui num pinhal de Eucaliptos xD

                      Mas o mais importante é que com a minha coordenação fantástica, escorreguei 14 vezes e caí 3 xD

Quinta-feira: Esganei a stora de Geometria porque me vai dar um 14. Como é que é possivel, com um 11 e um 20?! grrr, enfim --'

Sexta-feira: Esganei a stora de Desenho porque também me quer dar um 14 --' mas o stor de Filosofia que é todo heavymetal vai dar-me um 18 =D.

Sábado: Chegou a minha maninha de Londres =D e eu comecei a ficar doente.

Domingo: Amigdalite total.

Segunda-feira: Continuação --'

 

Portanto.. coiso xD

Tenho ideias para 6 fics xD, acho que já escolhi a que vou postar, mas estou indecisa entre uma chamada Sentimentos e outra chamada Aliados de Sangue.

 

Agora vou-vos trazer sempre fotoooos, aqui fica o meu desenho, já acabado =)

 

 

Beijinhoo@@@

 

 

 

 

 

21º Capítulo
 
 
            Se tu pudesses, tentarias com todo o teu coração, reparar os danos de quem mais gostavas. Darias o coração por essa pessoa, atirarias o teu mundo pelo abismo se fosse necessário.
            Desconheces o poder do teu coração.
 
***
 
 
            “-E se eu mudasse? Gostarias de mim?
             - Já gosto de ti agora.
                        Segurou o rosto de Tom nas mãos e beijou cada pedaço dele, como se lhe fosse fugir das mãos. Mas ela sabia que não iria a lado nenhum.
            - Não Rachel, as coisas são diferentes. – Murmurou, afastando a cara.
            - Tom, por favor. Chega…
                        Puxou o namorado de novo para perto de si e deitou-se em cima deste. Percorreu-lhe o pescoço com beijos e carícias. Os olhos de Tom estavam tão molhados quanto a boca de Rachel, que o continuava a beijar despreocupadamente.
            - Vai sempre acontecer isto? – Perguntou com a voz a falhar.
            - O quê Tom?! – Rachel perdeu a paciência. Saiu do colo de Tom e sentou-se ao seu lado, olhando-o impaciente. – Qual é o teu problema?!
            Tom engoliu em seco, as suas mãos tremiam. Parecia até sentir-se intimidado por ela. Mas a única coisa que lhe percorria o pensamento, era a possibilidade de alguma vez a perder.
            - Sempre que vais a festas… embebedas-te e curtes com um gajo qualquer? – Falava calmamente e com dor proeminente na sua voz.
            - Tom…
            - Eu não existo para ti?
            Rachel preparava-se para mais uma discussão, mas decidiu terminar em paz.
            - Claro que existes. Eu amo-te.
            Não olhou Tom nos olhos, não dirigiu as palavras à sua cara. Parecia estar desviada daquele mundo. Mas beijou-lhe os lábios com avidez, e percorreu-lhe o corpo com a loucura que lhe despertava o amor.
            Tom ainda conseguiu ver o olhar do irmão sobre si, enquanto subia a escadas com Rachel. Parecia perguntar-se mil vezes, o que veria aquele rapaz na sua melhor amiga. Mal sabia ele.”
 
 
            Tom acordou mais uma vez sobressaltado. Agarrou a cabeça com as mãos e pressionou a face contra o tecido rugoso do sofá. Foi aí que se sentiu observado, aquela sensação inexplicável de ter os olhos postos em nós.
            Abriu os olhos e levantou a cabeça do sofá, para olhar o chão e ver a pequena Millie olhá-lo com curiosidade.
            - Bom dia! – Disse ela alegremente, vendo a cara espantada do rapaz.
            - Hum…
            - Dizes sempre muitas coisas de noite? – Perguntou Millie, sentando-se no sofá ao lado de Tom, já vestida e com um outro chocolate nas mãos.
            - Muitas coisas? O que foi que eu disse Millie?
            - Perguntaste se tu não existias para mim. – Fez um ar pensativo. – Eu não percebi, mas sei que existes. És meu amigo.
            Tom sorriu com a inocência da menina e pousou-a no seu colo.
            - Ainda bem. Também és minha amiga. E por falar nisso, onde queres ir hoje?
            - Eu vi, uma ponte…
            - Uma ponte?
            - Sim… quando viemos para tua casa.
            Meredith entrou na sala e abriu a porta de casa com os casacos na mão. 
            - É a ponte por cima do pequeno rio de Este. – Esclareceu ela, sorrindo.
 
***
 
           
            O mundo arranca-te pedaços de vida.
            Não sabes onde.
            Não sabes quando.
            Não sabes porquê.
 
***
 
            Meredith encaminhou os seus lábios para os de Tom, enquanto via Millie correr alegremente. Fechou os olhos por breves segundos.
            Esses segundos, tão breves, tão escassos. Nem duração teve para um beijo decente; mas foi o tempo que bastou, para Meredith soltar um grito de horror, ao ver a sua irmã empoleirada no pequeno muro da ponte pedestre.
            Bem correu, bem correram os dois.
            Tom atirou-se atrás de Millie, que caiu no profundo rio. E o pequeno segundo que durou a pensar, se se atiraria também, foi o bastante para o mundo lhe arrancar um pedaço de vida.
 
 
           

 

           

 

 


publicado por Marii R. às 21:36

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De a 30 de Março de 2009 às 22:54
Oláááá

Tava com saudades de ler as tuas fic's e por acaso já tava a pensar se estavas doente, e estás :/
O desenho está tão girooo :D Desenhas tão beeeem :D
Tens ideias para 6 fic's? *__* Fixe! :D
Já tenho curiosidade em le-las :p
Agora vou ler o capitulo de hoje ^_^


De a 30 de Março de 2009 às 22:59
Olha fui a 1ª :p

A Millie é um amor de criança :)
0.o o que vai acontecer agora a eles????? Aiiiii
Posta mais :p
Beijinhooos


De a 30 de Março de 2009 às 22:59
Esqueci-me de dizer...As mehoras Marii :)


De maria inês a 30 de Março de 2009 às 22:58
Oláá. O desenho está mesmo bonito, parabéns pelas tuas notas :)

O capítulo está mesmo bonito, MAS por favor não "mates" nem o Tom nem a Millie :|

p.s. as melhoras @

beijinhos


De Caroll a 31 de Março de 2009 às 00:54
AMOR!

Eu nao acreditoo qe tu atiras-te a Millie da ponte --'
Estou chocadaaaaa =O

Eu acho qe ela nao morre, principalmente porqe tu disseste qe o fim ia ser felizzz =D

Ela nao vai morrer Yeeeeeeeeey *_*

Desculpa mas nao estou com vontade de fazer um comentario grande =$ Sorry =X

Kisses my love <3


De Joanne a 31 de Março de 2009 às 01:56
Olaa ^^
Ai que saudadees :x
Bem, começando, o desenho está LINDO *-*
Agora fiquei assustada, o que é que lhes aconteceu? Oo ai por favor, diz-me que nao vai acontecer nada a Millie, e nem ao Tom ! :'[ Eu juro que choroo.
Os teus capitulos deixam-me sempre sem palavras, não é justo :s
Ideias para mais 6 fics? Venham elas! Eu leio todas garantidamente :D

Bem, posta mais sim, ja que agora estas totalmente dedicada a nós, como disseste ali em cima xD
Beijinhoos e as melhoras *


De SOniaKAulitz a 31 de Março de 2009 às 10:15
OK ...eu n li akilo k penso k li.......pois nao? Axo k nao...pera vou ler de novo....e de manha . tou ensonada e tal.....


De SoniaKAulitz a 31 de Março de 2009 às 10:27
HAAAAAAAA T_T eu li memo akilo k pensei k li....tou em choke.
OMG o k vai aco tecer a pikena e ao TOmmy ?

Tadinhos pa, taum felizes juntos ...a vida realmente n e justa....eu gosto tanto de ler o k escreves, fiko sei la como....fiko simplesmente encontada com td o k leio, gostava de me saber exprimir os meus sentimentos, assim como o fazes nas tuas fics, mas infelizmente so sei dizer k fiko sei la como...=( lool tu es realmente uma grande escritora....e ja n digo mai nada pke ja n tenho mais palavras, esgotei o stock e n kero tornar-me repetitiva, mas ja o sendo, eu sei k e enjooativo ler os comentarios sempre cas memeas coisas mas e td verdade verdadinha....tu es the best =)


De SoniaKAulitz a 31 de Março de 2009 às 10:30
HA inda me eskeci de uma coisa.....eu qd abri o blog e ouvi esta musica ja devia prever o fim tragico k se anunciava.....isto e memo triste.....melancolico agora qd ouvir isto, vou lembrar-me k o TItanic se afundou e k O tommy e a pikena cairam ao rio T_T


De Mary17 a 31 de Março de 2009 às 12:40
aii que horror... =( e parecido com o acontece com a Madeleine...

Quero outro cpitulo rapido, senao vou invadir o teu pc.... =P

***


De Melancia a 31 de Março de 2009 às 18:03
Olaaa! andavas desaparecida e eu ja estava com saudades...Bem mas ainda bem q voltaste, tu e a tua fic :D

Bem o capitulo esta LINDO! Estou a amar o desenvolvimento marii! A forma como estruturas as memorias e as associas a fic e de uma inteligencia imensa lol...n sei como, mas consegues smp surpreender me, fico a reflectir sobre a vida smpre q leio cada pedaco da fic! Amo! Penso q as ideias q trnsmites sao a razao central dessas minhas relexoes! A musica e sem duvida lindaa e combina cm a fic perfeitamente, transmite tanta pureza e, a sensibilidade e tb sem duvida a caracteristica q mlhor se verifica apos ouvir e , consequentemente ler a tua fic! Sou uma pessoa bastante sentimentalista e fico mtooo feliz por saber q tb o es! Gosto mtoooooooo desta fic, e especial!

kuss


De Melancia a 31 de Março de 2009 às 18:03
As melhoras marii, quero te boazinha!
mts bjs


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online