Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Domingo, 1 de Março de 2009

9º Capítulo - Talvez no Futuro

Hey^^

Oh obrigada pelos comentários e os elogios xD x)

Estive a ver o DVD dos Paramore lálálá! Happy happy =D

Capítulo para a minha estrelinha ( Caroll* ) , principalmente a introdução totalmente para ti x)

 

Melancia, fiquei tão feliz ao teres-te identificado com o que escrevi no início do outro capítulo. Porque, é o que eu digo; esta fic, sou eu =). É a minha preferida mesmo.

 

Estou a acabar um desenho a pastel, no final da semana mostro-vos.=)

 

P.S.: Capítulo MUITO revelador xD

 

Beijinho liebes @

 

 

9º Capítulo
 
 
            Falar torna-te mais forte, embora te pareça cobarde à primeira vista.
            A quantidade de vezes que abres a boca, apenas revela coragem. Nada mais.
            Se as palavras existem, são para serem expressadas. Por outro lado, se os abraços existem, não é para serem dados. São para ser sentidos.        
 
***
 
            - Porque é que não falas comigo?
            Meredith abanou a cabeça e olhou as mãos.
            - Parece-me que és tu que queres falar. – Murmurou ela.
            - Deves ter razão.
            Encostou a cabeça no ombro de Tom e esperou ouvir a sua voz. Mas ela tardava cada vez mais, e Meredith tomou a iniciativa.
            - Como é que aconteceu?
            - Foi…há dois anos. – Inspirou e olhou os olhos molhados de Meredith. – Queres mesmo ouvir a história toda?
            - Hum hum. – Assentiu, Tom beijou-lhe o topo da cabeça.
            - Eu andava na faculdade de arquitectura e ela, a Rachel, tinha menos um ano que eu, era caloira de Enfermagem. – Sorriu melancolicamente, parecia que via a rapariga diante dos seus olhos. – Era quase como se o meu irmão soubesse que nós estávamos destinados.
            - O Bill?
            - O Bill estava no segundo ano de Enfermagem também. Não conseguiu entrar para medicina e escolheu prosseguir. Conheceu a Rachel no primeiro dia, e desde aí ficaram juntos. Depois, apresentou-ma.
            Eles eram apenas amigos. Os melhores amigos. – Olhou a fotografia da campa, quase escurecida pela noite. – Eu fiquei quase hipnotizado quando a vi, tinha o cabelo negro e os olhos negros, tal como tu. Tinha uma voz fantástica, cantava muitas vezes com o meu irmão, eu tocava guitarra. A vida corria-nos bem a todos, mas eu amava-a, e ela simplesmente não reparava.
            Meredith sentiu a sua face ficar mais quente, em contraste com a noite fria e colocou uma madeixa de cabelo atrás da orelha, preparada para ouvir mais.
            - Uma noite, eu ganhei coragem, beijei-a no momento do meu solo de guitarra, tinha ainda a sua voz nos meus ouvidos, e não a conseguia tirar. O Bill estava doente, tinha faltado ao ensaio. A partir daí, foi como se ela sempre me tivesse amado. Eu acreditei nisso. – Fungou e arrancou pedaços de relva do chão.
            - E não amava?
            - Uma noite, eu estava em casa e olhei uma fotografia sua. Deu-me uma vontade enorme de ver outra vez aqueles olhos negros sobre mim, acontecia-me várias vezes ter este tipo de impulsos. Entrei no carro e conduzi até sua casa, telefonei-lhe e ela veio até ao carro. Contudo…algo estava diferente.
 
            “ Tom olhou a face ruborizada da rapariga e estranhou a sua respiração ofegante.
            - Outra vez estes impulsos Tom Kaulitz? – Disfarçou Rachel, com um sorriso falso.
            Tom aproximou a sua face sorridente da dela e inspirou um cheiro diferente, um perfume masculino entrava pelo seu nariz e despertava os nervos do cérebro, até quase provocarem um colapso.
            - O que é que foste fazer Rachel?
            Olhou-a com repulsa e cruzou os dedos sobre o septo. Seria algum instinto, que o levou logo a entender que a sua namorada tinha estado com outro rapaz?
            - Desculpa Tom… - lamentou-se ela.
            - Não. Sai do carro.
            - Mas…Tom eu, eu amo-te…
            - Sai Rachel, por favor.
            Foram estas as últimas palavras que ela ouviu. Não voltou para casa, sentia-se demasiado fraca para isso, mas não ia vacilar. Percorreu a rua e parou num bar onde pelo seu jovem e esbelto aspecto lhe serviram todo o tipo de bebidas que queria, até ficar inconsciente o suficiente, para cirandar pelo meio da estrada, pedindo impiedosamente desculpas ao único rapaz que a amou de verdade. Mas ele nada ouviu. “
 
            Tom explicou tudo a Meredith, visualizando todo o sucedido em flashes impiedosos. As lágrimas estavam cobertas pela dor das palavras.
            - Quando o condutor se apercebeu que ela se encontrava na estrada, o seu coração já não batia. Eu fui considerado o culpado, mesmo não sendo eu que tinha o carro nas mãos. – Continuou.
            - Tu não tiveste culpa…
            - Diz isso a todos os seus amigos, aos meus amigos! Diz isso ao meu próprio irmão! Todos eles pensaram que fora por minha causa que ela estava assim, que todas as infracções que fez nessa noite, eram justificadas pela minha incompreensão. Mas ela traiu-me! – Quase gritou, deixando finalmente as lágrimas roçar a sua face angelical. – Até o Bill! Até ele me culpou. Ninguém se importou comigo, aliás, até me incriminaram, enquanto era eu quem mais sofria. Eu amava-a! Toda a gente sabia como eu a amava, e ela foi uma cabra! E mesmo assim o culpado era eu!
            Levantou-se irado e atirou o boné ao chão, agarrou uma flor da campa de Rachel e atirou-a para a campa do lado.
           
JONES, SAM
1978-2006
 
            - Agora, até tenho mais pena do condutor que perdeu também a vida. – Soou a sua voz rouca.
            Meredith levantou-se, e abraçou-o lentamente. Explorando as suas costas com a mão.
            - Tu amavas a Rachel. Pelo menos ninguém duvida disso.
 
 

 

 

I'm: escrever 10º capítulo
Song: DVD dos Paramore

publicado por Marii R. às 19:01

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Melancia a 1 de Março de 2009 às 19:41
AMEI! E feliz estou eu por saber q ha alguem igual a mim :D...agradeco te por isso!...em relacao ao capitulo, PERFEITO!...amei marii, o capitulo revela tanto sentimento. De facto a forma como abordaste o capitulo revela o essencial do mesmo.
"Falar torna-te mais forte, embora te pareça cobarde à primeira vista.
A quantidade de vezes que abres a boca, apenas revela coragem. Nada mais.
Se as palavras existem, são para serem expressadas. Por outro lado, se os abraços existem, não é para serem dados. São para ser sentidos."

As palavras sao no fundo para ser seentidas...penso q conseguiste ser mto explicita!...o sofrimento de Tom é bem visivel devido a froma como se expressa...e a forte relacao q tem com Meredith mostra a impotancia q Rachel teve na vida do mesmo...penso q a fic esta a ter um desenvolvimento unico!...estou sem palabras, obgd por postares!...

küss


De Joana a 1 de Março de 2009 às 19:44
Olaa Olaa!!

AgOra já percebi a historia do Tom!!
AgOra sO falta a histOria da Mell!! x'D

Pela primeira vez em tOdOs estes meses de leitOra de blOgs fOste a unica que me consegui quase meter a chOrar!!! lool x'D

Este capitulO está lindO, n tenhO paavras para descrever o que senti quando li este capitulO

COntinua a escrever assim!!! =)

JOkax grandes


De Joana a 1 de Março de 2009 às 19:44
Primeira!!!
Lool x'D


De ImmortalEcs a 1 de Março de 2009 às 19:59
Ups =X
Desculpa por não ter comentado o capítulo anterior mas ontem a minha net tava uma bela porcaria -.-

Bem, adorei este capítulo +.+
Está mesmo muito revelador... E mesmo muito bem escrito! Quando o Tom estava a contar as coisas até me pareceu estar dentro dele e sentir as mesmas coisas que ele =X

=D

Beijinhos @


De Cris ♥ a 1 de Março de 2009 às 20:43
olás linda :) Ah Ainda bem que estas contente pelos comentários isso é muito bom sinal ^-^
Mais um Capitulo cheio de emoçoes, o meu deus nunca me tinha passado pela cabeça que o Tom tinha sido traido e por esse acto a rapariga tomou atitudes menos proprias perdendo a vida Oo
Meu deus aserio, e ainda culparem o Tom pelo que aconteçeu, ele amava-a tanto coitadinho.
E pelos vistos ainda ama, e ainda sente a sua falta assim como aquele turbilhao de sentimentos que calculo que ainda nao tenha esqueçido.
Esta fic esta realmente a ficar mais linda a cada momento, gosto tanto mas tanto dela *-*
Muitos Beijinhos grandes @


De Mary17 a 1 de Março de 2009 às 21:23
sabes bem a quantidade de coisas que tenho para fzr, mas arranjo sempre um bocadinho para vir auwi ler e comentar =)

muito muito giro** gostei muito da reflexãozinha =)


De Macky K a 1 de Março de 2009 às 21:27
OMG, Estive a ler a tua fic.
Escreves tao bem, escolhes tao bem as palavras, é magnifico como me toca a tua fic. :')
ADORO-A.
Espero pelo proximo, e espero que a Meredith ajude o Tom a deixar de sofrer e ele o mesmo para ela.
Nao sei porque é que ela sofre mas vais desvendar nos proximos capitulos nao é, por favor?! *.*


De Macky K a 1 de Março de 2009 às 21:33
Divulgai a tua fic. no meu blog querida.
Espero que nao te importes.


De ourfanfiction a 1 de Março de 2009 às 21:31
MARII..MAIS UM CAPÍTULO PERFEITO! *-*...mein gott..escreves mesmo mesmo muito bem!
Está lindo..desculpa eu sei que me estou a tornar repetitiva, mas as tuas fics deixam.me assim!..lol
escreves de uma maneira tão simples , mas ao mesmo tempo consigo ver que procuraste cada palvra com significado!..ADORO MESMO!
ah e finalmente já sei o que se passava com Tom! obrigada marii, a sério! deves pensar que estou a exagerar, mas é verdade...as vezes quando ia dormir ficava a pensar na fic, na situaçao do Tom. morria para saber o que se tinha passado, e agora já sei! através deste capitulo LINDO! :D
ESTÁ REALMENTE LINDO, PERFEITO!

Kiss Kiss

Anica


De Rafaela a 1 de Março de 2009 às 21:46
Amei este capitulo, assériu.

Ta simplesmente lindo ....


Bjos


De a 1 de Março de 2009 às 22:15
Olááá :)

Então a Rachel traiu o Tom! =O mááá
Depois morre e a culpa é do Tom -.- Coitadinho do Tommy!

Tou a adorar a fic Marii! :D

Beijinhoos


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online