Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

3º Capítulo - Talvez no Futuro

Hey darlings=)

Hoje tive a maior parte do dia fora.. nao falei com a estrelinha =( omg, como eu sinto a  tua falta!

E estou muito melhor=), preparadíssima para o Senhor Carnaval de Torres Vedras! Yeah*!

 

Passando à fic...

A caixa vai ser um misteriozinho...^^

 

Tantos comentários! Estou tão feliz, obrigadaaa=)

 

Beijinho

LY girls!

 

 

3º Capítulo
 
            Olhou a medo aquela caixa de cartão. Sabia perfeitamente do que se tratava. Pegou nela e entrou no quarto.
            O quarto já se encontrava completamente mobilado, as suas coisas encontravam-se no sítio, a roupa era a única coisa fora do sítio, empilhada sobre a cama à espera se ser colocada nas gavetas que se encontravam abertas, a arejar.
            Atirou o caixote para um canto e deitou-se sobre a cama, empurrando a roupa dobrada.
            Como gostava que aqueles pesadelos desaparecessem da sua mente, como gostava de ultrapassar aqueles olhares, aquelas imagens de sofrimento da sua mente. Como gostava de ver o seu irmão sorrir novamente, vê-lo sem preocupações.
            Nunca se sentira responsável por ninguém, mas Bill era seu irmão; merecia-o.
            Naquele dia, não voltou a sair do quarto.
 
***
 
            Colocou o cinto, o acessório final e abriu a porta do quarto. Olhou para a divisão mesmo á sua frente. Tom ainda não tinha saído do quarto, ainda não tinha comido nada. Mas, por experiência própria, Bill decidiu não incomodar, decidiu até nem se fazer sentir naquela casa. Pegou no telemóvel e nas chaves de casa, metendo-os no bolso. Olhou em redor, e pensou para si mesmo, que precisavam de uma empregada doméstica. Fechou a porta de casa e saiu para o calor abrasador da manhã.
 
***
 
            Meredith nunca esperara por ninguém. Sabia que na vida dela, não precisava de esboços de qualquer pessoa. Desenhava a sua vida com uma caneta negra, sem prévio aviso, a sangue frio.
            Tudo ensinado pela experiência. A única coisa que Meredith esperava era o seu próprio e mínimo sucesso. Se para isso trabalhasse horas sem fim, se se mantivesse desleixada, se arriscasse tudo pela pessoa que mais ama, estava tudo bem para ela. Era uma lutadora, tal como a sua mãe.
            Ainda era cedo, quando olhou para o café, que ela iria abrir pela manhã. Já lá na porta, figurava um rapaz, olhando o horário, cabelos negros compridos e brilhantes, mais tratados do que os dela.
            Fixou-a de alto a baixo, um tanto distraído.
            - Isto já devia estar aberto, certo? – Perguntou Bill.
            - Ahm… Sim, eu atrasei-me um pouco. Desculpe.
            Fixou nervosamente o rapaz, que mostrava agora um leve sorriso. Abriu a porta e colocou o sinal de “aberto” para o exterior do café. Deixou Bill passar e quase correu, vestindo o avental e apanhando o cabelo num rabo-de-cavalo.
            - Então, o que vai ser? – Perguntou quando voltou ao balcão, onde o rapaz brincava com os folhetos de escolas de música, explicações e concertos em bares.
            - Torrada, café. – Não levantou o olhar. – Se faz favor.
            Colocou uma caneca em cima da mesa e entornou para lá o café quente, enquanto as torradas, tostavam.
            A face do rapaz intrigava-a, conhecia-o de algum lado, mas não de há muito tempo. Ele demonstrava um olhar um tanto vazio, abstraído de onde estava. Mas não se atreveu a falar, limitou-se a colocar a torrada num prato e espalhar a manteiga, entregando-a depois. De qualquer maneira, Meredith não precisava de falar, Bill adiantou-se.
            - Estou assim com tão mau aspecto? Ou o dia está a correr-te mal? – Sorriu, com um trejeito de boca um tanto enviesado.
            - Desculpe? – Envergonhou-se.
            - Pareces…um pouco distraída.
            - Como assim? – Corou e agarrou o pano do pó, limpando a sujidade inexistente.
            - Bem… A minha torrada tem queijo para barrar em vez de manteiga. – Pegou na torrada e passou o dedo pelo queijo, provando-o.
            - Oh! Desculpe, a sério!
            - Não faz mal.
            Meredith pegou no prato e colocou-o a um canto, preparando outra torrada apressadamente.
            As suas faces ainda pareciam arder, quando lhe deu uma nova refeição. Bill não olhou para o prato, fitou Meredith, ao ponto de se tornar incomodativo.
            - Posso fazer-lhe uma pergunta… ham? – Procurou o seu nome.
            - Meredith, sim… - começou a limpar a bancada outra vez.
            - Sabe se… conhece alguém, que possa fazer serviços domésticos ou algo assim?
            Os olhos da humilde empregada incendiaram-se, pensou logo na sua hipótese, mesmo antes de considerar se conseguiria, em algum ponto conciliar o horário, entre todos os seus afazeres.
            - Bem… eu não sei, se pode considerar alguém na minha situação. Mas sabe, eu precisava muito. Talvez eu me arranje. E pudesse tratar da sua casa de manhã…
 
            Naquela manhã foi acordado mais um belo esforço de sobrevivência de Meredith, da sua força interior por quem lhe era mais querido e quem ela mais prezava.
            Bill saiu, e Meredith limpou o balcão. Pensando em que horas iria dormir. Mas era algo que ela iria aguentar.
 

 

I'm: Carnaval!!!!

publicado por Marii R. às 21:30

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Mary17 a 18 de Fevereiro de 2009 às 22:14
Ate li antes de me dizeres que ja tinhas postado.. =)


De Flipa a 18 de Fevereiro de 2009 às 22:53
Capitulo mt giro.............


De maria inês a 18 de Fevereiro de 2009 às 23:16
Ainda bem que já estás melhor :D

Agora estou bastante curiosa quanto à caixa, o que será que "assusta" assim tanto o Tom? :$
E donde será que a Meredith conhece o Bill? Hmm...

Bem, adorei o capítulo como todos os outros ;D

Beijocas @ e bom carnaval (H)


De Joanne a 18 de Fevereiro de 2009 às 23:20
Mais um capitulo que adorei. E estou a tornar-me repetitiva, espero que não te importes x]
Terceiro capitulo e eu já nao me aguento de curiosidade. O que terá a caixa? oO

Mais T.T
Beijinhoos


De Fatinha a 19 de Fevereiro de 2009 às 14:17
Olá (: .. ham , desculpa nao ter comentado o outro :X
Nao pude :s

Ainda bem que já estas melhor :p

Que mistério que tem a caixa o.o
Agora estou curiosa o.O xD
A Meredith vai trabalhar na casa deles *.*
Tbm quero xD

E já agora tbm quero o proximo 8)

Beijinho <3


De SoniaKaulitz a 19 de Fevereiro de 2009 às 14:44
Tou a adorar ... a caixa e assin tao assustadora k deixa o Tom assim ....keria tanto saber o k tem dentro, deve ser alguma cena ma em k ele andou metido.....
Bem podias postar um assim tipo hj pke tou mezmo coriosa agora n sei se e o BIll ou o TOm k vao gostar da Meredith.... va posta rapido ok ...küss


De Caroll a 19 de Fevereiro de 2009 às 16:52
ONG I miss you too ='$

Hoje vou buscar o meu fato de carnaval *______*

Vou com um vestido dos anos 60, suuper fashion xD
Depois mostro-te uma fto ^^

A Meredith ( depois vais ter de me dizer onde foste buscar este nome xD xD ) vai trabalhar para casa do Tom e do Bill *_*

Assim até eu gostava de ser empregada domestica xD

Ainda gostava de saber o que é qe vai acontecer no "talvez no futuro" , é qe ainda nao sei --'

Qero o proximo capitulo siim meu amor?

Beijinho, té logo ^^

AMO-TE <3


De nesa a 19 de Fevereiro de 2009 às 18:33
Hallo :D

Ainda bem que estás melhor =D

Adorei o capítulo *.*

O que será que está dentro da caixa? Tou super curiosa para saber...

A Meredith vai ser empregada deles... Não me importava de trabalhar na casa dos Kaulitz xD Nada mesmo xD

Posta mais,sim?

Adoro a fic ^-^ Escreves mesmo muito bem!

Muitos kussess


De Melancia a 19 de Fevereiro de 2009 às 20:15
ohhh....tou a amar a simplicidade com q tu apresentas cada facto, tanto da vida deles com da dela, embora ainda n perceba bem a razao pela qual agem assim...estou a adora!...por favor posta mais...bjs e continua


De Maria a 19 de Fevereiro de 2009 às 20:26
Agora ela vai trabalhar para a casa dos gémeos e vai estar mais perto do Tom! ^^
Mas continuo super curiosa, quero saber o que aquela caixa contém e o que aconteceu ao Bill no passado! Pelo que estou a ver, não foi coisa boa! Espero que ele ultrapasse isto depressa!
Bem querida, esta Fan Fic está maravilhosa, estou a amar imenso!!
É tão interessante e emocionante! ^^
Kiss muito grande!
PS: Comentei o capítulo anterior! ^^
Fica bem! XD


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online