Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

29º Capítulo - Segurança do Amor[EDITADO PARA A ANICA]

 

 

 

 

 

 

Hallo!

 

 

 

 

Ontem nao postei porque soube que o teste de Geometria que pensava que ia ser na quinta-feira, foi afinal hoje. E correu pessimamente mal --'

Em compensação, recebi o teste de Matemática que eu pensava que me tinha corrido mal mas tive 15,2...(agradecimentos à maninha que me esteve a explicar coisas durante umas 5 horas inteiras 8D) por isso o chapter é dela ^^

 

Anyway...ainda não li fics (vou-me atirar da janela por isso --')

Eu quando não posto, é porque não tenho fic escrita... e agora tou um bocad(ão) farta desta...e a Talvez no Futuro está a ficar tão bem ^^.. mas esta está quase a acabar!

Ah! e adorei a cena da rutef_47 : minha escritora trapalhona preferida

eheh xP

 

E siim, sei tocar violino, toco desde os seis anos e desisti das aulas aos 14 x) .

 

Beijinho@@

 

VAI AO TEU BLOG, NOS COMENTÁRIOS ANICA! BEIJINHO=) 

 

29º Capítulo
 
[Sophie]
 
 
Tom: Sabes que não o fiz de propósito.
        A sua mão percorria cada milímetro da minha face. Agarrou a minha mão, com a sua outra disponível e beijou-a.
Eu: Fizeste Tom…
Tom: Fiz porque… Porque não queria estragar aquilo, porque não te queria preocupar.
Eu: Preocupaste mais. – Agarrei a sua mão e olhei-o nos olhos. – Devias-me ter contado, já me escondem demasiadas coisas. Não queiras ser igual a eles.
Tom: Não o fiz por mal… Sabes que não, sabes que nunca te magoaria.
        Fez uma breve pausa e encostou as suas pernas às minhas, continuando de joelhos.
Tom: Sabes, não sabes?
        Assenti e olhei as nossas mãos.
Eu: Porque é que não me disseste então de manhã?
Tom: Porque não tive tempo para isso, fui chamado logo pela tua mãe.
        Suspirei e coloquei a sua mão aberta sobre a minha.
Eu: As tuas mãos sempre me fascinaram… – divaguei.
Tom: Ai sim? – Sorriu orgulhoso.
Eu: Hum, hum. São…esguias, mesmo bonitas. Eu sempre adorei mãos.
        Sentou-se ao meu lado e puxou o meu rosto para ele, acariciando-o. Sorriu e encostou os lábios aos meus. Primeiro num beijo lento, que tomou depois velocidade, em impulsos de desejo.
Tom: Estou perdoado? – Olhou-me como um cachorrinho, um sorriso tímido nos seus lábios, que quase formavam beicinho.
Eu: Pode-se dizer que sim.
       
        A tarde passou com uma rapidez estonteante, apagando-me da memória, a manhã de desespero que eu tinha passado.
        Fiquei a saber tantas histórias de infância de Tom e Bill, que comprovavam a minha teoria, logo ao olhar os olhos de ambos. Bill tinha uma capacidade incondicional de amar, cada gargalhada que dava parecia pura do coração, tinha uma delicadeza invejável na voz. Por outro lado, Tom era muito mais espontâneo, mas escondia os sentimentos ao mesmo tempo. Quando observava as demonstrações de carinho entre Bill e Tom, podia denotar uma reticência nos actos do mais velho. Mas o mistério presente, em cada sorriso de Tom, e a sua timidez nos sentimentos mais íntimos do coração, cativavam-me. Pois também eu me sentia um pouco assim.
        Senti-me imediatamente à vontade com Bill, sabia que iria ser dali em diante, um bom amigo.
Bill: Já é tão tarde. – Bocejou, olhando para o relógio da sala que marcava já 2 horas da manhã. – Tu jogas bem às cartas Sophie, finalmente alguém derrotou o Tom.
        Tom encostou-se no sofá e envolveu a minha cintura com o braço.
Eu: O que é que achas que faço naquelas recepções secantes do meu pai? As empregadas fazem sempre o que quero. – Soltei um riso abafado e olhei para Tom, que me olhava misteriosamente.
Tom: Queres dormir cá?
Eu: Eu... não devia ir para casa?
Tom: Não sei, tu é que sabes… mas podias castigar um pouco o teu pai. – Piscou-me o olho e sorrimos cumplicemente.
        Bill levantou-se do chão e despediu-se rapidamente, arrumando os pratos do jantar, que tínhamos encomendado. Subiu para o quarto. E foi apenas de manhã que o vi, quando saía, vestida apenas com a enorme t-shirt de Tom.
        Senti-me de novo puxada para o quarto e caí sobre a cama.
Tom: Achas que te deixo ir embora assim depois de uma noite destas?
        Soltei uma gargalhada e ali ficámos até à hora do almoço. Entre beijos e carícias, contava-me episódios engraçados da sua formação de segurança. Coisas que nunca tinha imaginado. Mas quem iria imaginar tal perfeição na nossa vida?
        Ele, na minha vida, era como um raio de sol, radiante, por entre um dia chuvoso.
       

 

I'm: teste de geomtria grrrr
Song: Hallelujah - Paramore

publicado por Marii R. às 20:37

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Joanne a 10 de Fevereiro de 2009 às 21:15
Olaa ^^
As mããoos, as preciosas mãos *-* (Acho que já disse aqui uma vez que tambem tenho uma panca por mãos xD)
Fizeram as pazes, fiquei tao contente. E até tiveram direito a outra noite daquelas ^^

Capitulo lindo mais uma vez. Nunca me farto desta fic, é a minha preferida de todas, posso garantir com toda a certeza.

Mais T.T
Beijinhoos


De Joanne a 10 de Fevereiro de 2009 às 21:16
Fui a primeira?? oO
Não nao pode ser xD

FINALMENTE CONSEGUII !


De ourfanfiction a 10 de Fevereiro de 2009 às 21:16
OHHH...they ate together :D..danke marii!
estás farta da fic?!..EU NÃO!..I´M ADDICTED!..lol please posta mais, sim?!
Preciso mesmo de um capítulo para me correr bem o teste de f.q! ...
Adorei mesmo esta parte:
"Estou perdoado? – Olhou-me como um cachorrinho, um sorriso tímido nos seus lábios, que quase formavam beicinho."..QUE QUERIDO!..ADOREI, MARII!
PLEASE, POST ONE MORE CHAPTER!

KISS KISS

Anica


De Maria a 10 de Fevereiro de 2009 às 21:29
Hallo querida!
Ai! Estou tão feliz, OMG! Eles fizeram as pazes finalmente! Estou tão contente por estarem juntos outra vez! ^^
Parece que passaram um dia e uma noite bem animada! O Bill e o Tom são tão queridos e LINDOS! ^^
Amo a tua Fan Fic, querida! A sério que sim! XD
Fico à espera que postes o próximo capítulo, Sim? ^^
Kiss muito grande!
PS: Muitos parabéns pela nota de Geometria! E vais ver que no teste de matemática também vais ter uma boa nota! ^^


De Mary17 a 10 de Fevereiro de 2009 às 21:49
Capitulo para mim xD


De ourfanfiction a 10 de Fevereiro de 2009 às 22:32
OMG..NÃO ACREDITO?! PARA MIM?!
NÃO TENS NOÇÃO...ESTOU MESMO FELIZ!

OBRIGADA MARII! OBRIGADA MESMO!

JÁ VI O COMENTÁRIO..E ESTÁ..LINDO!
NÃO SEI O QUE DIZER...I´M SPEECHLESS!

THANK YOU SO MUCH!

OBRIGADA :'D..OBRIGADA MESMO!

KISS KISS MARII!


De ourfanfiction a 10 de Fevereiro de 2009 às 22:33
"29º Capítulo - Segurança do Amor[EDITADO PARA A ANICA]"

WOW!..OBRIGADA MESMO, MARII!

:D


De Melancia a 10 de Fevereiro de 2009 às 23:25
lol...amei o capitulo!!!...ta mto esclarecedor em relcao ao sentimento q os une!...conseguiste ser explicita nomeadamente no ambiente q envolve este sentimentos q partilham lol!...ah e adorei a forma como descreveste o ponto de vista dela na critica de Bill e Tom enquanto gemeos....ah e reparei q tiveste teste de gd lol...isso deve ser horrivel, sim pq eu tenho teste amnha e ainda estou a estudar por isso percebo te lol!...bjs e continua


De ourfanfiction a 11 de Fevereiro de 2009 às 00:52
eu gosto da marii..lalala


De SoniaKaulitz a 11 de Fevereiro de 2009 às 14:59
heheh hj fui a 1ª a comentar fixe...
bem o capitulo ta realmente mto giro como os outros todos XD ...
MIuda descreves os sentimentos como ninguem, adoro....
küss


De SoniaKAulitz a 11 de Fevereiro de 2009 às 15:01
men n fui nada a 1ª =(
mas pke n aparecem os comentarios no meu pc? isto ta mesmo foleiro ....
ta a pedir a reforma .....


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online