Fics

online
Love is not a feeling... It's strength.
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

One-shot - Vida no lado oposto

Escrevi pela primeira vez uma one-shot. Digam-me o que acham, porque eu não faço a mínima ideia. x)

küss a todas, espero que gostem e amanha há mais fic.

ah, e ainda bem que gostaram do layout=).

 

 

 

 

One-shot – Vida no lado oposto
 
 
 
        Sentei-me, exausta de tanto fugir. Senti as calças ensopadas da relva molhada e fresca. Atirei o meu anel para longe e escondi a cara com as mãos. Recostei-me e senti uma enorme onda de tristeza evadir-me. Finalmente. Considero-me uma pessoa forte, que não chora à frente de ninguém, nunca vou ser rebaixada. Por nada!
        Os meus sentidos apuraram todos os cheiros, todos os sons, todas as escassas luzes. Eram 4 e 20 da manhã. Passaram exactamente 3 horas e 10 minutos. Cerrei o meu punho e apanhei um punhado de relva. O que sentia agora era pura raiva, sentia-me exposta, sem guarda, sem amparo. Lancei a relva para longe e agarrei os meus cabelos, puxando-os em completo desespero, lágrimas escorriam pela minha face. Estava em completo pranto, chorando sonoramente, já não queria saber sequer das aparências. Vi rapazes ao longe a pintar paredes e olharam para trás ouvindo o meu choro exasperante.
        As lágrimas corriam a uma velocidade estrondosa que eu não conseguia parar, os soluços invadiam a minha tristeza e o meu coração. Um coração despedaçado até ao mais ínfimo pormenor. Relembrava aquele momento na minha mente vezes e vezes sem conta. Via-o encostado à parede beijando-a. Beijando quem eu pensava ser a minha confidente, a minha melhor amiga. Lembrei-me de todos os momentos passados com ela, e nestes mais recentes sentia a sua inveja, do amor que ele sentia por mim. De ela não ter passado dum caso e eu ter continuado na vida dele, até quando eu pensava que fosse para sempre. Mas não foi.
        Sentia a minha cara arder de raiva e de vergonha, do calor do choro e do sabor salgado das lágrimas. Levantei-me e senti-me como se não estivesse pousada na terra, como se estivesse num mundo à parte, onde ninguém entra a não ser eu, completamente só na minha tristeza.
        Ouvi gritos ao longe e identifiquei-os como sendo os dos rapazes que me perseguiam com um ar divertido antes de começar a correr em direcção ao parque. Os gritos eram brutos, risadas falsas e forçosas mas também de puro prazer. Espreitei por trás das roseiras e bem fundo vi uma silhueta com roupas largas ser deitada ao chão. O seu boné era inconfundível, e quando corri para ele tudo o que consegui ouvir foram gemidos.
        Afastei os rapazes dando-lhes pontapés bruscos, desesperados e mandei-lhes com o que tinha nos bolsos, telemóvel, carteira, chaves… Acabaram por me mandar ao chão apenas com um golpe e caí sobre o seu peito.
“Desculpa Anne” – disse a sua voz fraca.
        Não lhe respondi, levei a mão à sua cara e acariciei-a. Senti o meu sobrolho latejar, onde tinha levado o murro. Passei a minha mão mais para baixo para procurar a sua. Precisava tanto dele, porque e que ele me fez isto? Porque é que tudo isto está a acontecer esta noite?
        Naquele momento destapei uma ferida grave e sangrenta, de uma facada sem piedade.
“Porquê Tom, porquê?”
“Eu não quis Anne, a culpa não foi minha. Eu nunca te magoaria.” – A sua mão agarrava a minha com força para se manter comigo.
        Virei-me para trás em busca de ajuda e levantei-me para alcançar o telemóvel. De repente senti-me puxada pela sua mão ensanguentada e voltei-me de novo para ele.
“Eu amo-te mesmo, para mim sempre serás a única.”
        Após estas palavras beijei-lhe os lábios longamente e ele correspondeu até um certo momento, onde parei de detectar movimento. Elevei a minha cabeça e olhei para ele, para os seus olhos fechados calmamente e os seus lábios ainda entreabertos do beijo.
        Deitei-me sobre o seu peito, chorando em silêncio.
        A partir desse momento deixei de me sentir viva, até uma noite quando me deixei cair para o mar, e o meu coração já morto por dentro deixou de bater.
        Nesse momento, com ele perto de mim, senti-me de novo guardada, feliz e silenciosa. Nessa altura o meu coração aparentemente sem vida, batia mais do que nunca.

 

I'm: em expectativa
Song: Pushing me away

publicado por Marii R. às 23:43

link do post | Comenta e o Tom levanta a camisola | favorita-me
|

abdominais:
De Carol a 11 de Setembro de 2008 às 23:52
Tao linda liebe *.* esta escrita pormnorizada mata-me ficou uma one shot tao perfeita!

podes continuar a escreve-las a vontade minha preciosidade <3

bjinho bueda grande sim?!


De Cath_K a 12 de Setembro de 2008 às 00:37
Bem, quando cheguei aqui e vi isto não sabia o que era uma one-shot, nunca ouvi falar antes, mas agora depois de ler suponho que seja como uma fan fic mas mais pequena e tudo num só capítulo, não? :| Sou mesmo ignorante xD
Mas gostei tanto, está tão emocionante *____* Com o Tom só podia ter esse resultado xD
Gostei muito :D
E tb gosto muito do novo layout


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


De UNION TH § a 12 de Setembro de 2008 às 00:55
Perfeitaaa!
a oe shot mais perfeita que ja li em toda a minha vida!
aserio!
mesmo aserio-!
e ja li ohh bastanats-1
perfeitaaa mesmo!


Comentar post

Song.

One Republic - Secrets

Download this Mp3 @ Booster MP3

Anteriormente

Feliz Natal

Psychiatrist Me #2

Psychiatrist Me #1

Assusta-me

Arquivo

Votação

Queres a proxima fic baseada na musica:
Alien
World Behind My Wall
That Day
Phantomrider
Attention
Zoom Into Me
In Your Shadow (I Can Shine)
  
pollcode.com free polls
online